PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Juiz nega soltura de acusado de invadir celulares de autoridades

19:52 | 31/07/2019

O juiz Vallisney de Souza Oliveira, titular da 10ª Vara Federal de Brasília, negou hoje (31) pedido para soltar o investigado Danilo Cristiano Marques, um dos presos na semana passada pela Polícia Federal (PF) sob suspeita de invadir os telefones celulares do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, e de outras autoridades. 

O pedido de soltura foi feito pela PF, com parecer favorável do Ministério Público Federal (MPF). No entanto, após o pedido, os delegados responsáveis pelo caso receberam novas informações e voltaram atrás, pedindo que a prisão fosse mantida. 

Além de Danilo,mais três acusados devem continuar presos até amanhã (1º), quando o juiz analisará se a prisão temporária de Gustavo Henrique Elias Santos, Suelen Priscila de Oliveira e Walter Delgatti Neto será convertida para prisão preventiva, por tempo indeterminado. 

Os acusados foram presos na terça-feira (23), por determinação de Vallisney Oliveira, na Operação Spoofing, expressão relativa a um tipo de falsificação tecnológica, que procura enganar uma rede ou uma pessoa fazendo-a acreditar que a fonte de uma informação é confiável quando, na realidade, não é. 

Agência Brasil