PUBLICIDADE
Política
Noticia

Celular de Paulo Guedes é hackeado e cria conta no Telegram

Paulo Guedes chamou hackers de "bandidos" e disse não ter entrado no Telegam

11:07 | 23/07/2019
O plano de Paulo Guedes é uma tentativa de reanimar a economia, via consumo, ainda este ano
O plano de Paulo Guedes é uma tentativa de reanimar a economia, via consumo, ainda este ano(Foto: Adriano Machado/Agência Brasil)

O celular do ministro da Economia, Paulo Guedes, foi hackeado na noite dessa segunda-feira, 22, conforme O Globo. O número foi cadastrado no aplicativo de mensagem instantânea Telegram às 22h30min. De acordo com a assessoria da pasta, o número do ministro foi clonado.

Ao colunista do O Globo Lauro Jardim, o titular da pasta afirmou que não entrou no Telegram. Ele chegou a usar o termo "bandidos" para classificar os responsáveis pela ação.

Em junho último, o ministro Sergio Moro também teve o celular invadido por um hacker. A assessoria dele informou, na época, que a linha clonada ligou para ele, que atendeu a ligação. O Telegram de Moro também foi acessado. Investigação da Polícia Federal aponta que o hacker enviou mensagens para alguns contatos se passando pelo juiz.

No último domingo, 21, foi a vez de a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) denunciar, nas próprias mídias sociais, que teve o celular clonado. Assim como Moro, a pesselista disse ter recebido ligação do próprio número.

Redação O POVO Online