PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Presidente do BNDES está com "cabeça a prêmio" por nomear ex-membro de gestões do PT, diz Bolsonaro

Marcos Pinto ocupou cargos na época em que Guido Mantega era ministro da Fazenda, nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff

17:30 | 15/06/2019
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (15) que o presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Joaquim Levy, “está com a cabeça a prêmio há algum tempo”.

Bolsonaro falou com jornalistas quando deixava o Palácio da Alvorada para a Base Aérea de Brasília, de onde embarca para agenda no Rio Grande do Sul: “Estou por aqui com o Levy”, afirmou o presidente.

O motivo do descontentamento, disse Bolsonaro, foi a nomeação do advogado Marcos Barbosa Pinto para o cargo de diretor de Mercado de Capitais do BNDES. Para Bolsonaro, o nome não é de confiança, e “gente suspeita” não pode ocupar cargo em seu governo.

Marcos Pinto ocupou cargos na época em que Guido Mantega era ministro da Fazenda, nos governos de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

“Eu já tô por aqui com o Levy, falei para ele: ‘demita esse cara na segunda-feira ou eu demito você sem passar pelo Paulo Guedes‘”, disse Bolsonaro.

O presidente acrescentou que, em sua visão, Levy não está sendo leal. “[Ele] Já vem há algum tempo não sendo leal àquilo que foi combinado e àquilo que ele conhece a meu respeito. Ele tá com a cabeça a prêmio há algum tempo”.

Levy assumiu a presidência do BNDES em janeiro. Ele próprio ocupou cargos nos governos petistas de Lula e Dilma. Neste último, foi o ministro da Fazenda.

Agência Brasil