PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Bolsonaro diz estar 'de boa' com Maia e fala em 'dificuldades' do cargo

17:38 | 01/06/2019
O presidente da República, Jair Bolsonaro, declarou estar "de boa" com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e estar "bem" com o Congresso. No último dia 26, manifestantes foram às ruas para defender o governo e colocaram Maia e os parlamentares como um dos alvos.
O aceno a Maia foi feito por Bolsonaro durante entrevista após participar de almoço na casa de um amigo, no Lago Sul, em Brasília.
O presidente da República relatou que desejava editar uma medida provisória para alterar o prazo de validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), mas foi convencido pelo parlamentar fluminense a encaminhar um projeto de lei sobre o assunto.
"Logicamente, não tem urgência, eu reconheço, mas (uma MP) entra em prática imediatamente, essa que seria a ideia. Mas o Rodrigo Maia... tudo bem, eu estou de boa com o Rodrigo, sem problema nenhum, e segunda ou terça-feira a gente entra com o projeto", disse Bolsonaro.
Questionado sobre a relação com o Congresso, o presidente relatou que tem procurado construir uma boa relação com deputados e senadores. "Estou bem com o Parlamento, fui muito bem recebido por umas 50 deputadas na terça ou quarta. Está indo bem, tenho viajado, nas minhas viagens levo em média cinco parlamentares comigo, tenho recebido em média uns 15 parlamentares por dia, nenhuma pergunta, nenhum pedido constrangedor. Temos conversado coisas boas."
Ao definir governabilidade, assunto pelo qual é criticado, o presidente classificou como "estar todo mundo em paz" e, em alguns casos, o povo entender que precisa ser sacrificado.
Ele relatou que, como presidente da República, tem uma vida com "dificuldades", mas não quis falar em erros nos cinco meses de governo. "Não posso falar onde errei, a responsabilidade é minha."

Agência Estado