PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Presidente da comissão especial diz que Governo não tem maioria para aprovar reforma na Câmara

O parlamentar explicou que um dos responsáveis por essa situação é a relação desfavorável que Bolsonaro tem com o Congresso Nacional

23:09 | 20/05/2019
Marcelo Ramos (PR-AM) é presidente da Comissão Especial que analisa a reforma
Marcelo Ramos (PR-AM) é presidente da Comissão Especial que analisa a reforma(Foto: Pablo Valadares/AG CAMARA)

O deputado Marcelo Ramos (PR-AM) afirmou nesta segunda-feira, 20, que o governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) não possui maioria de votos para aprovar o texto da reforma da Previdência na Câmara. As informações são da Folha de S.Paulo.

O parlamentar é titular do colegiado que analisa o mérito da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) com novas regras para aposentadoria. O político estima que o texto tem apoio de aproximadamente 200 deputados, quando são necessários, pelo menos, 308 para que a pauta seja aprovada na Casa e depois enviada para avaliação do Senado.

Marcelo Ramos explicou à Folha que um dos responsáveis por essa situação pode ser a relação desfavorável que Bolsonaro tem com o Congresso Nacional. Entretanto, ele disse que o Brasil não pode ficar refém disso e que os parlamentares vão "isolar os problemas" com a postura do Governo para que a reforma da Previdência possa "andar".

"Eu acho que as demonstrações dele (Bolsonaro) desde que ele era parlamentar, e agora são reafirmadas, são de desprezo à democracia", disse o parlamentar ao jornal paulista.

Conforme a Folha, o pesselista mudou a postura e fez aceno para o Congresso nesta segunda, ao afirmar que sua administração reconhece a importância do Poder Legislativo. "Temos cinco deputados federais entre eles (referindo-se ao seu time de ministros). Nós valorizamos sim o parlamento brasileiro, que vai ser quem vai dar palavra final nesta questão da Previdência", afirmou o presidente à reportagem durante evento sobre a publicidade da reforma.

Redação O POVO Online com informações da Folha de São Paulo