Participamos do

Justiça determina acesso a notas fiscais de compras feitas por Flávio Bolsonaro e Queiroz

A solicitação foi feita pelo juiz Flávio Nicolau, da 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro
18:51 | Mai. 18, 2019
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Justiça do Rio de Janeiro determinou que a Receita Federal disponibilize todas as notas ficais de compras feitas por Flávio Bolsonaro (PSL) e seu ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz, além de outros sete investigados na operação. A decisão é do juiz Flávio Nicolau, da 27ª Vara Criminal do Rio de Janeiro. As informações são do jornal O Globo.

A ação é uma resposta a solicitação do Ministério Público do Rio de Janeiro, que entrou com o pedido na última quarta-feira, 15. De acordo com a reportagem, a intenção do MP é descobrir o que foi movimentado pelo grupo investigado. Segundo os promotores responsáveis pelo pedido, o acesso às notas fiscais seriam importantes pois ajudaria na análise da quebra do sigilo bancário.

 

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

São alvos da nova medida, além do senador e seu ex-assessor, a mulher de Flávio, Fernanda Bolsonaro, uma de suas empresas e cinco parentes de Queiroz, incluindo esposa, ex-esposa e duas filhas.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags