PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Modelo de Segurança Pública do Ceará é tema de debate em evento de Lisboa

Com o tema "Justiça e Segurança", o evento está sendo realizado na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa

23:06 | 22/04/2019
Governador Camilo Santana participou de fórum em faculdade de Portugal.
Governador Camilo Santana participou de fórum em faculdade de Portugal.(Foto: Divulgação / Governo do Ceará)

O planejamento de Segurança Pública do Ceará foi apresentado pelo governador Camilo Santana (PT) nesta segunda-feira, 22, durante a sétima edição do Fórum Jurídico de Lisboa, em Portugal.

Com o tema “Justiça e Segurança”, o evento, que está sendo realizado na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDUL), acontece até quarta-feira, 24. Conforme matéria publicada no site do Governo do Estado, o chefe do Executivo cearense destacou que o Ceará é "ousado" e "só acredita em política pública com planejamento".

"Convidamos o Fórum Nacional de Segurança Pública e especialistas para que a gente pudesse fazer um diagnóstico e traçar um rumo a médio e longo prazo para enfrentar o problema da segurança", destacou o petista, relembrando a criação do Pacto por um Ceará Pacífico, que conta com participação de algumas instituições como Ministério Público e Tribunal de Justiça na discussão sobre o enfrentamento da violência.

O governador disse que, nos últimos quatro anos, foram contratados cerca de 10 mil profissionais para atuar na Segurança do Ceará e criado um cronograma de metas em que são investidos R$ 120 milhões em Segurança Pública, no intuito de reduzir o índices de homicídios.

O Ceará foi o estado brasileiro que registrou a maior queda (57,9%) no total de assassinatos nos dois primeiros meses de 2019, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Em todo o País, a diminuição foi de 25% no número de mortes violentas: 6.856 neste ano contra 9.094 no mesmo período de 2018. Os dados são do Monitor da Violência e foram publicados na manhã da última sexta-feira, 18.

Camilo ainda falou que foi criado, em cidades com mais de 50 mil habitantes, um sistema de videomonitoramento possibilitando a supervisão de ocorrências de crimes com auxílio de veículos, o Spia. O governador destacou que 96% dos carros roubados no ano passado foram recuperados com auxílio desse sistema. A tecnologia foi estabelecida em 2018 e permite encontrar os automóveis roubados em cerca de sete minutos, segundo o chefe do Executivo estadual.

Redação O POVO Online