PUBLICIDADE
Política

Presidente do Instituto Lula explica a militantes que ex-presidente não falará

00:16 | 10/03/2019
O presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, explicou a militantes que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não poderá falar com eles, uma condição imposta pela Justiça.
Lula participa neste sábado, 2, do velório do neto Arthur, que morreu aos sete anos vítima de uma meningite meningocócica. O velório ocorre em um local fechado do cemitério Jardim da Colina. Do lado de fora desse espaço, mas dentro do cemitério, centenas de militantes se aglomeram em solidariedade.
Okamotto saiu do local fechado para dar explicações após os militantes gritarem "Lula livre". Ele estava acompanhado da presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann. Okamotto disse que família e amigos de Lula fariam uma oração pelo neto em despedida e pediu que os militantes fizessem o mesmo.
O ex-deputado federal José Genoíno deixou o local, mas não falou com a imprensa.

Agência Estado