PUBLICIDADE
Política
manifestação

Municípios cearenses sediarão protestos contra a Reforma da Previdência

A Central Única dos Trabalhadores do Ceará (CUT-CE) estima que as manifestações acontecerão em pelo menos 52 cidades do Ceará

23:39 | 21/03/2019
Protesto contra a reforma da Previdência já foi realizado este ano na Praça do Ferreira. (Foto: Alex Gomes/ Especial para O POVO)
Protesto contra a reforma da Previdência já foi realizado este ano na Praça do Ferreira. (Foto: Alex Gomes/ Especial para O POVO)(Foto: (Foto: Alex Gomes/ Especial para O POVO))

As novas regras para a aposentadoria propostas pelo governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) serão motivo de manifestação nesta sexta-feira, 22, em pelo menos 52 cidades do Ceará, conforme a Central Única dos Trabalhadores (CUT) do Estado. Em Fortaleza, o ato está marcado para às 8 horas, na Praça da Imprensa.

Diversos movimentos sociais cearenses também articulam participação no protesto. Entre os principais pontos questionados estão o aumento da idade mínima para aposentadoria de homens e mulheres, que aumentaria para 65 e 62, respectivamente, além das alterações para trabalhadores rurais e do Benefício de Prestação Continuada (BPC).

De acordo com Nacélia Silva, secretária geral da Intersindical-CE, o intuito é pressionar o Congresso Nacional para que vote contra a aprovação do texto. "A ideia é construir uma grande greve para barrar reforma", ressaltou. Além do Ceará, a CUT estima que as manifestações acontecerão em 120 cidades espalhadas pelo País.

"Nós da classe trabalhadora, os movimentos sociais e as centrais sindicais, consideramos esta uma das piores reformas que o governo brasileiro está fazendo", ressaltou Nacélia, acrescentando que a proposta de Bolsonaro "não ataca os grandes privilegiados" pela aposentadoria.

O texto da reforma da Previdência foi entregue em 20 de fevereiro e tramita como Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Para ser aprovado, ele será analisado por comissões especiais e votado por deputados e senadores.

Emanuel Lima, secretário de comunicação da CUT-CE, disse que as novas regras ofertadas por Bolsonaro são piores que as idealizadas pelo ex-presidente Michel Temer (MDB). "Ela (a reforma) mexe com os trabalhadores da base, que ganham menos como os agricultores, professores e servidores públicos", completou o representante da Central.

O vereador Guilherme Sampaio (PT) garantiu presença e disse que praticamente todo os pontos da reforma são motivos de “preocupação, inquietação e mobilização”. “Amanhã é apenas o começo de uma grande resistência social que envolverá partidos, movimentos sociais, cidadãos, igrejas, lideranças políticas, artísticas e religiosas, intelectuais e que irá ao longo dos próximos meses barrar essa reforma que na realidade é a “deforma” da previdência dos banqueiros”, concluiu o político.

O Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará (Apeoc) convidou professores, trabalhadores da Educação, estudantes, movimentos sociais e a população em geral para participarem do ato em Fortaleza.

Confira os locais e horários das manifestações

Acopiara - Sede do Sindicato de Servidores - a partir das 9 horas

Aiuaba - Centro da Cidade - a partir das 7 horas

Alto Santo - Praça em frente ao hospital - a partir das 7 horas

Antonina do Norte - Centro da Cidade - a partir das 12 horas

Aquiraz - Rodoviária - a partir das 7h30min

Aracati - Praça dos Prazeres - a partir das 8 horas

Barreira - Sede do Sindicato de Servidores - a partir das 7 horas

Baturité - Praça Santa Luzia - a partir das 8 horas

Beberibe - Sede do Sindicato de Servidores - a partir das 8 horas

Camocim - Pracinha do Amor - a partir das 8 horas

Canindé

Praça Tomaz Barbosa - a partir das 7 horas

Auditório da Sede do Sindicato de Servidores - a partir das 13 horas

Caririaçu - Sede do Sindicato de Servidores - a partir das 8 horas

Chorozinho - Praça da EEF Padre Enemias - a partir das 8 horas

Cratéus - Coluna da Hora - a partir das 7 horas

Cruz - Centro da Cidade - a partir das 8 horas

Fortaleza - Praça da Imprensa, no bairro Dionísio Torres - a partir das 8 horas

Fortim - Praça São Pedro - a partir das 8 horas

Guaiúba - Polo ABC de Água Verde - a partir das 15h30min

Hidrolândia - Praça da Juventude - a partir das 16 horas

Horizonte - Estádio Domingão - a partir das 7 horas

Iguatu - Praça da Caixa Econômica Federal - a partir das 8 horas

Ipu - Praça de Iracema - a partir das 8 horas

Itaiçaba - EEF Dulcinea Gomes Diniz - a partir das 7 horas

Itapipoca - Praça dos Motoristas - a partir das 8 horas

Jaguaribe - Praça do Fórum - a partir das 16 horas

Jaguaruana - Praça da Prefeitura - a partir das 9 horas

Juazeiro do Norte - Praça do Giradouro - a partir das 16 horas

Madalena - Praça da Igrejinha de São Pedro - a partir das 8 horas

Maracanaú - Praça da Estação - a partir das 16 horas

Martinópole - Galpão dos Feirantes - a partir das 16 horas

Massapê - Praça São Francisco - a partir das 7 horas

Mombaça - Praça da Matriz - a partir das 8 horas

Mombaça - Praça da Matriz - a partir das 8 horas

Morada Nova - Praça da Matriz em Morada Nova - a partir das 7 horas

Paracuru - Sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais - a partir das 8 horas

Paraipaba - Praça do Hospital - a partir das 15h30min

Pentecoste - Praça do CSU - a partir das 9 horas

Pereiro - Praça da Matriz - a partir das 7 horas

Poranga - Sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais - a partir das 8 horas

Quixadá - Praça da Catedral - a partir das 8 horas

Quixeramobim - Memorial Antônio Conselheiro - a partir das 8 horas

Russas - Praça Monsenhor João Luiz - a partir das 7 horas

Saboeiro - Centro da Cidade - a partir das 7 horas

Sobral - Praça de Cuba - a partir das 7 horas

Solonópole - Ginásio Poliesportivo - a partir das 9h30min

Tamboril - Sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais - a partir das 7h30min

Tarrafas - Praça do Rádio - a partir das 7h30min

Tianguá - Praça dos Eucaliptos - a partir das 8 horas

Ubajara - Sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais - a partir das 8 horas

Umirim - Praça do Aviador - a partir das 16 horas

Varjota - Avenida Presidente Castello Branco - a partir das 16 horas

Viçosa do Ceará - Praça São Francisco - a partir das 7 horas

Israel Gomes