PUBLICIDADE
Notícias

Ministério determina que PF apure ameaças a ministro do Meio Ambiente

20:48 | 28/02/2019

O Ministério da Justiça e Segurança Pública determinou hoje (28) à Polícia Federal a abertura de inquérito para apurar ameaças e dano qualificado ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Imagens divulgadas pelo ministro nas redes sociais mostram ataques à comitiva em que ele estava após cerimônia no Parque Nacional Pau Brasil, em Porto Seguro, na Bahia.

Em nota, o Ministério informou que integrantes do Movimento Sem Terra (MST) e do Partido da Causa Operária (PCO) cercaram o carro oficial no qual estavam o ministro e servidores públicos. Segundo a nota, os servidores relataram “momentos de tensão” devido à violência dos manifestantes.

“De acordo com o depoimento colhido pelas autoridades, um dos membros da manifestação chegou a subir no teto do carro oficial, destruindo  partes do veículo e, municiado de uma pedra, quebrou o para-brisa, bradando palavras de ordem e palavrões, ameaçando diretamente o ministro”, diz o texto.

Nas redes sociais, o MST negou a violência. Evanildo Costa, do MST, disse que o ato foi uma manifestação espontânea contra a privatização do parque: “O MST não pratica nem incentiva a violência”.

Agência Brasil