PUBLICIDADE
Notícias
nesta terça-feira

Comissão do Senado aprova convite para que Bebbiano explique sobre laranjas do PSL

Na noite dessa segunda-feira, 18, o governo do presidente Jair Bolsonaro anunciou a demissão de Bebianno

21:09 | 19/02/2019
Gustavo Bebianno foi convocado pelo Senado para dar explicações sobre suposto esquema de candidatos laranjas. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Gustavo Bebianno foi convocado pelo Senado para dar explicações sobre suposto esquema de candidatos laranjas. (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

Por seis votos a cinco, a Comissão de Transparência, Fiscalização e Controle do Senado Federal aprovou nesta terça-feira, 19, convite para que Gustavo Bebianno, ex-secretário-geral da presidência, comente as denúncias por um suposto esquema de candidatos laranjas para desviar verbas do fundo partidário, durante as eleições de outubro de 2018.

O autor do requerimento foi o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Conforme reportagem da Folha de S. Paulo, o político também protocolou a convocação do ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para falar sobre o caso. A votação está prevista para semana que vem.

Bebianno pode escolher se irá comparecer ou não, já que na noite dessa segunda, o governo do Presidente Jair Bolsonaro anunciou a sua demissão. A informação foi dada pelo porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros.

A queda do primeiro ministro de Bolsonaro aconteceu em apenas 49 dias de governo. O ex-ministro está há dias envolvido em polêmica sobre o esquema de candidatos laranjas do Partido Social Liberal (PSL), revelado pela Folha de S. Paulo.

De acordo com o jornal, o PSL repassou R$ 400 mil a uma candidata a deputada federal no estado de Pernambuco, que recebeu 274 votos. O ex-secretário-geral negou irregularidades, afirmando que, por ser presidente nacional da sigla, não foi responsável pela divisão do dinheiro do partido aos candidatos. Ele acrescentou que a distribuição ficava a cargo dos diretórios estaduais.

Redação O POVO Online