PUBLICIDADE
Notícias

Bolsonaro sugere idade mínima de 62 anos aos homens e 57 as mulheres para aposentadoria

O déficit da Previdência Social deve ser de R$ 308 bilhões em 2019

20:57 | 03/01/2019

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) informou hoje, 3, detalhes sobre a reforma da previdência sendo a idade mínima de 62 anos para homens e de 57 anos para mulheres, em entrevista ao SBT Brasil, exibido agora à noite.

Bolsonaro comentou que a “ideia inicial” de seu governo é estabelecer de forma gradativa a idade mínima com o aumento de um ano assim que a proposta dessa reforma for sancionada e mais um em 2022. 

“O que pretendemos é, ao você botar no plano a reforma, passar um corte até 2022. Essa é a ideia inicial. Aí seria aumentar para 62 anos homens, e 57, mulheres, não de uma vez só, um ano a partir da promulgação e um ano a partir de 2022", alegou o presidente. 

O presidente também avaliou caso a reforma não for aprovada, o sistema previdenciário entrará em “colapso” no período de dois ou três anos. As contas da Previdência Social devem custar um déficit de R$ 308 bilhões nesse ano, segundo uma previsão do governo. 

Questionado se poderia aproveitar alguma medida da proposta da previdência feita durante o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB) e está na Câmara, Bolsonaro mencionou que podia “rever alguma coisa porque a boa reforma é aquela que passa na Câmara e no Senado, não a que está na minha cabeça ou na da equipe econômica", declarou. 

O projeto de reforma da previdência proposto no governo de Temer e enviado para a Câmara, pretendia a idade mínima para 65 anos a todos os brasileiros e depois foi alterada na comissão especial. Os quais os principais pontos do relatório foram em relação à idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres, além da exigência de no mínimo de 25 anos no tempo de contribuição.


TAGS