PUBLICIDADE
Notícias

Assista ao vivo à transmissão da posse de Bolsonaro como presidente do Brasil nesta terça, 1º de janeiro

Nesta terça, 1 de janeiro (01/01) de 2019, Jair Bolsonaro será empossado presidente do Brasil. Assista à transmissão da posse ao vivo

12:24 | 01/01/2019
NULL
NULL

Jair Bolsonaro, eleito com mais de 57,7 milhões de votos, tomou posse nesta terça, 1 de janeiro (01/01) de 2019, como o 38.º presidente da República do Brasil.

Assista à transmissão ao vivo:

[VIDEO1]

Aos 63 anos, Bolsonaro, filiado ao PSL, chega ao posto máximo do País após um ciclo de 22 anos de hegemonia do PSDB e do PT no Executivo federal. Nascido em Glicério (SP), o deputado federal fluminense por sete mandatos vai suceder a Michel Temer (MDB), que assumiu em 2016 na esteira do impeachment de Dilma Rousseff.

Transformar o capital eleitoral em apoio parlamentar se impõe como desafio para o novo presidente, que se elegeu com um discurso disruptivo, antissistema, antipolítica e antipartidos. Mas Bolsonaro vai necessitar de uma consistente base no Congresso para aprovar a maioria das promessas de campanha.

Posse de Bolsonaro

[FOTO1]

Ao receber a faixa presidencial de Temer, ele receberá também um País melhor do que o seu antecessor encontrou. A economia, ainda que timidamente, voltou a crescer. O desemprego apresentou leve queda. A recuperação econômica, contudo, ainda depende da aprovação de reformas. A da Previdência vai ser apresentada em fevereiro e seu avanço é tratado como prioridade dos primeiros seis meses.
[SAIBAMAIS]
Os primeiros seis meses são considerados decisivos. Bolsonaro aposta nos dois principais nomes de sua equipe: Paulo Guedes, no Ministério da Economia, e Sérgio Moro, na Justiça e Segurança Pública. O ideário liberal de Guedes, no entanto, ainda é visto com resistência no Congresso. Bolsonaro chega ao poder sustentando o discurso contra as práticas do "toma lá, dá cá", criticadas por ele na campanha e condenadas por Moro na Lava Jato. Além dos dois "superministros", o capitão da reserva do Exército formou um gabinete ancorado também em oficiais das Forças e terá como vice o general Hamilton Mourão.

TAGS