PUBLICIDADE
Política
ataques

ACM Neto critica reforço de 100 policiais da Bahia para atuar no Ceará

22:45 | 07/01/2019

Depois do ministro Sergio Moro aprovar o envio de 300 homens da Força Nacional ao Ceará, o governador da Bahia, Rui Costa (PT), ofereceu também o apoio de 100 policiais militares do seu Estado até o dia 20 de janeiro para ajudar no combate da violência que já persiste por cinco dias na região cearense. Por essa atitude, o prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), não aprovou esse gesto. 

Em uma entrevista ao Portal Veja Online, ACM Neto avalia que Rui “deveria se preocupar em ampliar os investimentos em segurança na Bahia, que, nos últimos anos, infelizmente, viu a criminalidade crescer em níveis muito próximos ao do Ceará”. 

Já o governador considera necessária a ajuda entre os estados nordestinos. “Acho que, nesse momento, a gente, o Nordeste, tem que se juntar e apoiar mutuamente e junto combater o crime organizado”, justifica. 

Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, já foram contabilizados 143 ataques no Estado. A onda de violência atinge o Ceará desde a última quarta-feira, 2, e já tiveram ocorrências em pelo menos 33 municípios. Entre ações confirmadas pela Secretaria da Segurança pública e Defesa Social (SSPDS) e apuradas pelo O POVO, o número de ocorrências já corresponde a mais de 15% dos municípios do Estado.