PUBLICIDADE
Política
O POVO DADOS

Projetos de vereadores de Fortaleza batizam até ecopontos em homenagens

Em menos de dois anos, parlamentares de Fortaleza apresentaram quase 90 projetos batizando ruas e bens públicos da Capital. Até Ecopontos de lixo foram objeto de homenagens

14:20 | 04/12/2018
Pelo menos três ecopontos receberam propostas de homenagens com nomes de pessoas (Foto: Divulgação/PMF)
 
Os vereadores de Fortaleza apresentaram, desde o começo dos mandatos em janeiro de 2017 até a última semana, mais de 2,7 mil matérias legislativos entre Indicações, Projetos de Decreto Legislativo, Projetos de Lei Ordinária e Projetos de Resolução. Deste total, cerca de 90 dão nomes de pessoas a equipamentos públicos da cidade como escolas, areninhas, creches e até ecopontos.
 
Entre as propostas, chama atenção o projeto de indicação nº 33/2018, apresentado por Dr. Eron (PP). Autorizando a construção de um ecoponto – pontos de descarte de lixo reciclável da Prefeitura – no bairro Luciano Cavalcante, a proposta também batiza o local de Ecoponto Francisco de Assis Barbosa. A inusitada ação é justificada pelo homenageado ter, como médico oftalmologista de prestígio, residido na região.
 
Ação semelhante do mesmo vereador é o Projeto de Lei Ordinária 378/2017, que batiza de Fernando Gonçalves de Sousa o ecoponto instalado no polo de lazer Gustavo Braga. O vereador explica que a proposta busca a “homenagear o líder comunitário, que residiu por muitos anos no bairro Damas e, como líder comunitário, prestou relevantes serviços à população”.
 
“Rua Frank Sinatra”
 
Outra homenagem a ecopontos foi apresentada por Márcio Cruz (PSD), que propôs batizar com o nome do cantor Frank Sinatra uma rua no Bom Jardim. Segundo o vereador, a ação busca apenas “oficializar” nomenclatura já utilizada por moradores da região. “O intuito foi mais de formalizar o nome da rua que de homenagear o cantor”, diz.
 
Já sobre o Projeto de Decreto Legislativo 2/2018, Márcio avisa que a praça e o ecoponto denominados de Luís França recebem este nome em homenagem ao médico Luís Braga França Ferreira, pediatra que ficou conhecido por sua sensibilidade com as crianças carentes, na qual realizava consultas em uma clínica na Barra do Ceará.
 
Questionado se não é estranho homenagear uma pessoa em um ecoponto, Márcio conta que “o local era de propriedade da família do homenageado que fizeram doação do terreno a prefeitura”.

DAVID MOURA