PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Eunício Oliveira se encontra com Paulo Guedes e afirma que entendimento não será feito "à força"

Última reunião entre os dois políticos teve clima de tensão, com o futuro ministro da Economia defendendo "prensa" aos parlamentares

11:48 | 14/11/2018
NULL
NULL (Foto: )
[FOTO1]O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (MDB-CE), se encontrou na noite da última terça-feira, 13, com o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, a fim de discutir temas relacionados à economia do País. Segundo o senador, a conversa foi “amena”, ao contrário do encontro do último dia 6, em que o guru econômico do presidente eleito Jair Bolsonaro defendeu “prensa” aos parlamentares. Eunício falou à imprensa que o entendimento entre Executivo e Legislativo não se dará “à força”. Informações são do G1.
 
[FOTO2]Conforme Eunício, a conversa se deu em torno de temas de interesse do País. “Ele (Paulo Guedes) é um liberal, pensa de uma forma bastante parecida com a que eu penso do ponto de vista de que os estados e municípios brasileiros têm que ter uma redistribuição do pacto federativo. Ele pensa assim, pelo menos, a médio e a longo prazo”, declarou. “A democracia é fruto do diálogo, que leva ao entendimento. Só o diálogo pode fazer o entendimento. À força, nunca constrói”, disse. Entre os tópicos da conversa está a Petrobras, as chamadas “pautas-bomba” e a Reforma da Previdência, tida por Guedes como prioritária.
 
O último encontro entre os dois, segundo relato de Eunício, teve tom ríspido. “Não, eu só quero Reforma da Previdência. Se vocês não fizerem vou culpar esse governo, vou culpar esse Congresso e o PT volta, e vocês vão ser responsáveis pela volta do PT”, teria dito Paulo Guedes. “E ele foi lá para a porta (do Ministério da Fazenda) e disse que tem que dar uma prensa. Eu digo que aqui ninguém dá prensa. Aqui você convence, discute, ganha perde, agora prensa ninguém vai dar em mim”, afirmou Eunício em entrevista ao Buzzfeed News
 
O POVO Online entrou em contato com a assessoria do senador para conseguir uma entrevista e aguarda respostas. 
 
Redação O POVO Online 
TAGS