Candidato à Presidência da OAB-CE, Luiz Antônio defende auditoria externa na OrdemNotícias de Política
PUBLICIDADE
Notícias


Candidato à Presidência da OAB-CE, Luiz Antônio defende auditoria externa na Ordem

O candidato defende que a entidade atue de forma independente de governos, sem troca de favores

21:10 | 12/11/2018
NULL
NULL
[FOTO1] 
Luiz Antônio Lima, candidato a presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE), falou sobre suas propostas, no programa O POVO no Rádio, na rádio O POVO CBN, nesta segunda-feira, 12. Ele afirmou que a direção da OAB dos últimos 20 anos é atrelada aos governos e aos palácios e tenta se perpetuar no poder. Ele foi o quinto e último candidato entrevistado na rádio O POVO CBN.
 
Coordenador do movimento OAB Reinventar É Preciso, Lima afirma ser a verdadeira oposição diferente das outras chapas. O candidato acredita que a entidade precisa ter boa relação institucional com o governo, sem espera ou troca de favores e com total independência para cobrar e atuar.
[SAIBAMAIS] 
Luiz fez críticas ao que considerou omissão da OAB em relação ao aumento das taxas dos alvarás de funcionamento pela Prefeitura de Fortaleza. E ressaltou também que a entidade se omite enquanto o Ceará se torna o Estado com maiores índices da violência do País.
 
Em seu plano de gestão, o candidato defende auditoria externa em toda a entidade para apurar o que é feito com todas as contas da Ordem. Pretende defender prerrogativas em defesa da vida dos advogados e esclarecer e colocar em uso a sede da OAB-CE inaugurada em 2015 e que, segundo ele, nunca foi usada.
TAGS