Termo de Uso Política de Privacidade Política de Cookies Conheça O POVO Trabalhe Conosco Fale com a gente Assine Ombudsman
Participamos do

Haddad precisa crescer 12 pontos fora do Nordeste para vencer Bolsonaro

Perdendo nas demais quatro regiões, o petista precisa crescer nelas 12,17 pontos percentuais para atingir 50% do eleitorado do País mais um
16:38 | Out. 17, 2018
Autor Carlos Mazza
Foto do autor
Carlos Mazza REPÓRTER DE JORNALISMO DE DADOS
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

[FOTO1] 

O candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, precisa crescer mais de doze pontos percentuais entre eleitores fora da região Nordeste para obter vitória contra Jair Bolsonaro (PSL) no 2º turno da eleição deste ano. 

A informação tem base em análise do O POVO Dados sobre pesquisa divulgada pelo Ibope na última segunda-feira. No levantamento, o único disponibilizado pelo instituto para o 2º turno até agora, o candidato do PSL tem 59% das intenções de voto, contra 41% do petista.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

[VIDEO1]

[SAIBAMAIS]Cálculo leva em consideração apenas votos válidos, em cenário onde Haddad mantém vitória por 63% que possui hoje no Nordeste. Perdendo nas demais quatro regiões, o petista precisa crescer nelas 12,17 pontos percentuais para atingir 50% do eleitorado do País mais um – número necessário para vencer a disputa.

 

Segundo o Ibope, Bolsonaro tem maior vitória hoje na região Sul, por 67% a 31%. Já no Sudeste, ele vence por 67% a 33%. Por fim, o candidato do PSL bate o do PT por 64% a 36% no Norte/Centro Oeste. No Nordeste, Bolsonaro mantém apenas 37% do eleitorado.

Com ampla vantagem do candidato do PT no Nordeste no 1º turno, Bolsonaro já deu sinais de que priorizará a região na nova etapa da disputa. Logo após o resultado do dia 8, o candidato posou com chapéu de vaqueiro e reforçou importância da obra da Transposição do São Francisco. (com Nathaly Carvalho e Alan Johnson)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags