PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Na reta final de campanha, grupo de advogados pró-Bolsonaro intensifica ações no Ceará

O secretário geral do PSL no Estado se reuniu nessa terça-feira, 23, com o presidenciável, no Rio de Janeiro, para mostrar a estratégia que será adotada pelos apoiadores no dia da votação

Israel Gomes
16:15 | 25/10/2018
NULL (Foto: )
NULL (Foto: )
[FOTO1] Faltando três dias para o segundo turno das eleições presidenciais, um grupo de advogados voluntários apoiadores de Jair Bolsonaro (PSL) faz mobilização no Ceará com intuito de orientar os votantes e denunciar a ocorrência de crimes eleitorais no dia do pleito.
 
[SAIBAMAIS] O grupo é coordenado por Adailton Carvalho, secretário-geral e procurador do PSL no Ceará. Ele se reuniu na última terça-feira, 23, com o presidenciável, no Rio de Janeiro, para mostrar a estratégia que será adotada pelos apoiadores no dia da votação. O grupo conta ainda com o reforço dos advogados Leandro Vasques, Vicente Aquino e Valmir Pontes Filho.
 
Segundo Adailton, a sigla não possui advogados contratados, apenas voluntários. “A ideia central da mobilização destes profissionais é orientar os eleitores sobre as condutas que são ou não permitidas no dia da eleição”, ressalta o secretário-geral, acrescentando que o grupo está promovendo palestras e distribuirá cartilhas informativas.
 
Além disso, Carvalho afirma que a ação pretende ajudar os fiscais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a denúncia de possíveis crimes eleitorais no dia da eleição. Conforme ele, atividades irregulares foram flagradas no primeiro turno.
 
De acordo com dados divulgados pela Superintendência da Polícia Federal (PF) no Ceará, no primeiro turno, 22 pessoas foram presas em flagrante pelos crimes de compra de votos e transporte irregular de eleitores.
 
Sobre a estrutura para o dia do pleito, Adailton disse que a equipe ficará espalhada pelas zonas eleitorais do Estado. Caso haja alguma ocorrência, os fiscais entrarão em contato com o grupo de advogados, que designará o profissional mais próximo do local. Ele fará a denúncia para os órgãos competentes sobre a ocorrência. 
 
Questionado pelo O POVO Online se havia alguma mobilização da área jurídica do PT Ceará em torno da candidatura de Fernando Haddad (PT), para o dia da votação, a assessoria da sigla disse que a agenda do partido ainda não foi fechada.
 
Veja mais:
 
Apoiadores de Jair Bolsonaro e Fernando Haddad apontam quais pontos dos planos de governo dos dois são fundamentais para sustentação do voto. Confira o vídeo publicado no canal do Youtube do O POVO Online:
 
[VIDEO1] 
 
 
TAGS