Candidatos ao Governo assinam com a Unicef termo de garantia de direitos às crianças e adolescentesNotícias de Política
PUBLICIDADE
Notícias


Candidatos ao Governo assinam com a Unicef termo de garantia de direitos às crianças e adolescentes

Durante a reunião, foram apresentados um total de seis problemas que devem ser combatidos pelo futuro governante do Estado

23:24 | 11/09/2018
NULL
NULL
[FOTO1] 
O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) realizou nesta terça-feira, 11, uma reunião com os candidatos a governador do Ceará para assinatura de um termo de compromisso que tem como objetivo incluir os direitos de crianças e adolescentes no centro da agenda eleitoral. O evento foi realizado na sede do órgão e contou com a presença do atual governador e candidato Camilo Santana (PT), General Teophilo (PSDB), Ailton Lopes (PSOL) e Mikaelton Carantino (PCO).
 
Durante a reunião, foram apresentados um total de seis problemas que devem ser combatidos pelo futuro governante do Estado: pobreza, taxa de homicídio elevada, educação e saúde precárias, desnutrição e o baixo número de adolescentes interessados nas questões políticas do País. Os candidatos também discutiram com o representante do órgão no Estado, Rui Aguiar, como iriam aplicar esses pontos em seu governo.
 
Segundo Ailton Lopes, do Psol, a efetivação desses direitos deverá ser feita através da garantia de recursos orçamentários. "Efetivar esses direitos é reconhecer que crianças e adolescentes também têm direitos, como saúde, educação, segurança, cultura, lazer", disse. Além disso, o candidato também menciona o foco na saúde desse público, garantindo a prevenção de gravidez na adolescência e infecções por doenças sexualmente transmissíveis. "Não dá para naturalizar que o nosso Estado seja o que mais mata adolescente no País", afirma Ailton, que estava acompanhado do deputado estadual Renato Roseno, também do Psol.
 
Enquanto isso, Camilo Santana deixou claro que, em seu governo, a educação sempre foi a base prioritária, trazendo dados que mostram o Estado como referência no ensino fundamental em todo o País. O candidato do PT também menciona o projeto "Mais Infância no Ceará", que tem como objetivo a melhoria da qualidade de vida de crianças de zero a seis anos de idade. "É preciso que tenha acolhimento e oportunidade para essas famílias garantirem o necessário para o desenvolvimento dessas crianças. Nós vamos aprofundar nosso compromisso com essas ações, focando nesses seis pontos que a Unicef está nos propondo", disse.
 
Já o representante do PSDB, General Teophilo, traz o projeto "Ceará Compartilhado", voltado especialmente para esse público, como uma de suas propostas de governo caso venha a ser eleito. "Nós pretendemos usar o Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop), que hoje está sendo utilizado para sanar as dividas do Estado, para incentivar a saúde preventiva. Existe uma preocupação do nosso governo com a saúde da nossa criança que é o futuro e nosso País", explica.
 
Mikaelton Carantino (PCO) elogia o projeto por querer resolver o problema em sua fase inicial. "A proposta vai na raiz do problema, que as pessoas querem resolver sem procurar sua fonte. A questão da violência, por exemplo, que só se fala em Polícia e a Unicef foi na raiz do problema, que é evitar que as crianças entrem nessa vida", disse.
 
O candidatos Hélio Góis (PSL) e Francisco Gonzaga (PSTU) não compareceram ao evento.
TAGS