Fake News é debatido no programa O POVO Quer Saber, da Rádio O POVO/CBN Notícias de Política
PUBLICIDADE
Notícias


Fake News é debatido no programa O POVO Quer Saber, da Rádio O POVO/CBN

O tema foi debatido no programa O POVO Quer Saber desta quarta-feira, 8, na Rádio O POVO/CBN

22:11 | 08/08/2018
NULL
NULL
[FOTO1] As informações falsas espalhadas na internet se tornaram uma “epidemia” que percorre o mundo. A Fake News faz parte de uma “guerra da informação” que pode ser promovida por objetivos políticos, econômicos ou ideológicos.
 
O tema foi debatido no programa O POVO Quer Saber desta quarta-feira, 8, na Rádio O POVO/CBN e contou com a presença da professora do curso de Comunicação Social - Publicidade da Universidade Federal do Ceará (UFC), Helena Martins, o mestre em direito constitucional e membro do Coletivo por um Ministério Público Transformador, Élder Ximenes, e a jornalista e editora-executiva da Editora Dummar, Regina Ribeiro.
 
De acordo Helena Martins, em 2017 o Conselho Europeu fez um grupo de estudos com cerca de 40 pessoas e, após um consulta pública, formulou um relatório que vai discutir a temática na União Europeia. O documento define a Fake News como uma “desinformação”, por se tratar de uma prática intencional de produção de "notícias fraudulentas" em uma sociedade permeada pelos meios de comunicação.
 
A professora alerta que o termo “Fake News” é recente, mas a “desinformação” não surgiu agora. A produção intencional de conteúdos com intuito de confundir os consumidores faz parte, segundo ela, de um contexto histórico. 
 
Ela ressaltou que as "notícias fraudulentas" tratam de enquadramentos equivocados, com motivos de cunho político, econômico e ideológico, que são bastante compartilhados na imprensa tradicional e agora são projetadas de outra forma na internet. 
 
A “desinformação”, segundo Élder Ximenes, é um método antigo, utilizado como “instrumento de guerra”. “É uma técnica que foi atualizada para dominação de um grupo sobre outro, seja econômico, seja político, ou mesmo de uma nação sobre outra”, relata. 
 
Regina Ribeiro destacou que grande parte da Fake News é baseada em notícias verdadeiras. Como exemplo, a jornalista relembra o caso de Marielle Franco, assassinada a tiros em março deste ano. Após o homicídio da vereadora do Psol-RJ, várias mentiras sobre ela circularam na internet.
 
Helena Martins acredita que não cabe somente ao jornalista o dever de combater as Fake News, é necessário apostar em uma “educação midiática”, que faça com que a sociedade questione o conteúdo que é veiculado, tanto pelos grandes meios de comunicação quanto pelos veículos menores.
 
A série O POVO Quer Saber segue até sexta-feira, 10, sempre das 11 horas ao meio dia, na Rádio O POVO/CBN (AM 1010 e FM 95.5). O tema desta quinta-feira, 9, será Desafios da Economia Digital. Participam a empresária de marketing digital e professora de Mídias Digitais, Samira Santiago, a empreendedora Jacquelline Longhi e o diretor executivo da Casa Azul, Ventures Raphael Gonçalves. A apresentação será de Plínio Bortolotti.
TAGS