PUBLICIDADE
Notícias

Presidente do Fortaleza na saída da série C será candidato ao Senado

O empresário Luís Eduardo Girão terá como bandeiras a luta contra o aborto e as drogas. Convite para concorrer partiu do Capitão Wagner

13:00 | 18/06/2018
NULL
NULL
[FOTO1]O ex-presidente do Fortaleza Esporte Clube, Luís Eduardo Girão, será candidato ao Senado. O empresário, diretor da Servis Segurança, falou sobre o plano de ingressar na política, em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira, 18, ao jornalista Luiz Viana, no programa O POVO no Rádio, na rádio O POVO/CBN.
 
[SAIBAMAIS]Ele será candidato pelo Pros, nesta que é sua primeira candidatura. Ele anunciou que defenderá como bandeiras a luta contra as drogas, o aborto e a defesa da família. A possibilidade de candidatura havia sido noticiada pelo O POVO Online, depois que a informação foi antecipada pelo Focus.jor. O convite para ser candidato pertiu do presidente do Pros no Ceará, Capitão Wagner.
 
O pré-candidato afirma que sempre havia relutado a entrar na política, mas que decidiu se candidatar devido ao "momento vigoroso da história do nosso País". "Eu acredito que, de alguma forma, eu posso colaborar e tentar ver um novo olhar para a política brasileira, já que nós chegamos em um ponto de degradação muito grande".
 
 
Ele optou pelo o Senado por considerar que as causas que defende não estão bem representadas nessa esfera. "É uma luta de Davi contra Golias. Minha missão é fazer o bom combate", fala, sobre os adversários que terá ma disputa.
 
Girão não acredita que a experiência à frente do Fortaleza, quando o time alcançou o acesso da série C para a série B, não será determinante na candidatura. "Aquelas pessoas que quiserem me acompanhar nessa nova jornada não é porque eu fui presidente do Fortaleza, mas sim pelas bandeiras que eu defendo".
 
Redação O POVO Online 
TAGS