PUBLICIDADE
Notícias

Tucano Eduardo Azeredo se entrega à PF e é preso

Cinco desembargadores da 5ª Câmara Criminal recusaram o recurso da defesa do ex-senador e ex-governador de Minas Gerais no processo do mensalão tucano

15:20 | 23/05/2018
NULL
NULL
Ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB) se apresentou em delegacia de Belo Horizonte às 14h45min desta quarta-feira, 23. Conforme a denúncia, o mensalão tucano teria desviado recursos para a campanha de reeleição do político ao Governo de Minas, em 1998. O psdbista é o primeiro político tucano preso no neste caso. A informação é do G1. 
 
[FOTO1] 

Azeredo foi condenado em segunda instância a 20 anos e um mês de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro em agosto passado. A decisão em primeira instância foi em 2015. 
 
[SAIBAMAIS] 

Cinco desembargadores da 5ª Câmara Criminal recusaram o recurso da defesa do ex-senador e ex-governador de Minas Gerais no processo do mensalão tucano. Eles determinaram o cumprimento imediato da prisão.
 
O mandado de prisão foi expedido nessa terça-feira, 22, mas o processamento terminou depois das 18 horas. Pela lei, nenhum mandado de prisão pode ser cumprido em uma residência entre as 18 horas e as 6 horas. Azeredo, entretanto, poderia ter se entregado em qualquer delegacia. 
 
Redação O POVO Online 
TAGS
Tucano Eduardo Azeredo se entrega à PF e é presoNotícias de Política
PUBLICIDADE
Notícias

Tucano Eduardo Azeredo se entrega à PF e é preso

Cinco desembargadores da 5ª Câmara Criminal recusaram o recurso da defesa do ex-senador e ex-governador de Minas Gerais no processo do mensalão tucano

15:20 | 23/05/2018
NULL
NULL
Ex-governador de Minas Gerais, Eduardo Azeredo (PSDB) se apresentou em delegacia de Belo Horizonte às 14h45min desta quarta-feira, 23. Conforme a denúncia, o mensalão tucano teria desviado recursos para a campanha de reeleição do político ao Governo de Minas, em 1998. O psdbista é o primeiro político tucano preso no neste caso. A informação é do G1. 
 
[FOTO1] 

Azeredo foi condenado em segunda instância a 20 anos e um mês de prisão pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro em agosto passado. A decisão em primeira instância foi em 2015. 
 
[SAIBAMAIS] 

Cinco desembargadores da 5ª Câmara Criminal recusaram o recurso da defesa do ex-senador e ex-governador de Minas Gerais no processo do mensalão tucano. Eles determinaram o cumprimento imediato da prisão.
 
O mandado de prisão foi expedido nessa terça-feira, 22, mas o processamento terminou depois das 18 horas. Pela lei, nenhum mandado de prisão pode ser cumprido em uma residência entre as 18 horas e as 6 horas. Azeredo, entretanto, poderia ter se entregado em qualquer delegacia. 
 
Redação O POVO Online 
TAGS