PUBLICIDADE
Notícias

Temer admite não concorrer à reeleição por causa do número de candidatos de centro

O impeditivo, diz o presidente, reside no número de candidaturas de centro, sete ou oito segundo ele

14:55 | 04/05/2018
NULL
NULL
O presidente da República, Michel Temer (MDB), considerou nesta sexta-feira, 4, a possibilidade de não disputar as eleições presidenciais. Em conversa com veículos ligados a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), Temer foi indagado sobre as chances de o contexto político fazer com ele desista de entrar na disputa pelo Planalto. A informação é da Folha de S. Paulo.
 
[FOTO1] 

Ele respondeu que os fatos recentes, a exemplo do clima hostil enfrentado em São Paulo e a reprovação de 70% conforme último levantamento Datafolha, não o fariam desistir. O impeditivo, diz, reside no número de candidaturas de centro, sete ou oito segundo ele.   
 
[SAIBAMAIS] 

Embora tenha citado candidaturas de centro, Temer diz não gostar de rótulos. Perguntado pela publicação paulista sobre como se define no espectro político-ideológico, ele se auto classificou como "legalista".

Sobre seu governo, que está a oito meses do fim, Temer afirmou que a chance de deposição é zero. Usou ainda o termo "pífia" para classificar a possibilidade de terceira denúncia do Ministério Público por crimes de obstrução de Justiça, organização criminosa e corrupção passiva, ambas suspensas em votação na Câmara.

Conforme a Folha de S. Paulo, outra investigação tenta descobrir se Temer lavou ou não dinheiro por meio de compra de imóveis. 
 
Redação O POVO Online 
TAGS