PUBLICIDADE
Política
Eleições 2018

Presidente Nacional do PT defende reeleição de Pimentel ao Senado Federal

Gleisi Hoffmann garante que o Partido dos Trabalhadores terá candidato ao Senado pelo Estado do Ceará

13:19 | 16/05/2018
Senador petista José Pimentel
O senador José Pimentel (PT-CE) deve pleitar reeleição na chapa de Camilo Santana, orienta presidente do PT (Foto: Agência Senado)
Em entrevista à Rádio O POVO CBN na manhã desta quarta-feira, 16, a senadora (PT-PR) e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, defendeu a manutenção do senador José Pimentel (PT-CE) no Senado Federal. Gleisi afirmou não abrir mão de vaga na chapa do governador Camilo Santana (PT-CE). 
 
“Queremos reeleger o Pimentel, ou quem o PT, na sua decisão interna, indicar”. A afirmação da presidente nacional do Partido dos Trabalhadores vem em momento de incertezas na formação de chapa do governador Camilo. Gleisi reitera a orientação da cúpula do partido para todos os estados manterem candidatos do PT na disputa pelo Senado. “A vaga no Senado é uma orientação não só para o Ceará, mas para todos os estados que ocupamos”. 
 
Do mesmo partido de José Pimentel, Camilo é aliado político do ex-governador Cid Gomes (PDT) e de André Figueiredo (PDT), além de ter aproximado-se nos últimos meses  do presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), todos postulantes às duas vagas de senador que se abrem nas eleições deste anoA aproximação com os quatro políticos aumenta a incerteza sobre os dois candidatos ao Senado que formarão chapa com Santana
 
Mesmo que Pimentel decida não sair como candidato, Gleisi coloca o nome de José Guimarães (PT-CE) como opção do partido. De acordo com ela, há conversas sobre o nome como opção do partido pelo Ceará. A estratégia, segundo ela, é ter uma base forte no Senado da República.
 
 
Ciro Gomes
 
Após afirmar que “nem com reza braba” Ciro passaria pelo PT, a senadora disse na entrevista respeitar a candidatura do presidenciável cearense, bem como todas à esquerda. Gleisi reafirma a candidatura do ex-presidente Lula, preso há pouco mais de um mês, à Presidência da República. A líder do partido destaca a última pesquisa de intenção de voto como fundamental para manter o nome petista. “Candidato mais bem colocado nas pesquisas, Lula tem o dobro do segundo colocado. Mais que candidato do PT, Lula é candidato de parcela expressiva do povo”, afirma a senadora. 
 
Gleisi entende a possibilidade da candidatura do ex-presidente ser inviabilizada. “Se lá na frente, durante o processo eleitoral, realmente for inviabilizado, Lula e a direção do PT saberão como proceder“, afirma. Sobre o segundo turno, a possibilidade é mais real e trataria-se, na visão da petista, de uma “aliança programática em benefício do povo”. 
 

ITALO COSME