PUBLICIDADE
Política
SEGURANÇA PÚBLICA

"Está faltando autoridade", diz General Theóphilo sobre a gestão Camilo

16:37 | 15/05/2018
(Foto: Agência Brasil)
Nome da oposição ao Governo do Estado, o General Theóphilo, de 63 anos, criticou a gestão do governador Camilo Santana (PT,) no âmbito da segurança pública. “Está faltando autoridade”, disse durante entrevista à Rádio O POVO/CBN, na manhã desta terça-feira, 15.
 
 
O aliado do senador Tasso Jereissati (PSDB) focou no discurso de combate à violência, um dos principais gargalos da administração petista. “Eu acredito que o investimento está sendo grande, mas sem qualidade”, avalia, destacando que só o aumento do efetivo policial não é suficiente.
 
Segundo ele, sua meta é fazer do Ceará uma “ilha de segurança”. Este ano, houve quatro chacinas no Ceará – três delas na Capital. Neste ano, Camilo contratou mais de 730 policiais civis, incluindo 476 inspetores, 201 escrivães e 53 delegados. 
 
 Redação O POVO Online