PUBLICIDADE
Notícias

Aliados de Ciro contestam vídeo de youtuber ligado ao MBL

A versão do youtuber é contestada por aliados do ex-governador, que o acusam de ter editado o vídeo

23:51 | 10/04/2018
NULL
NULL
[FOTO1]A polêmica envolvendo o pré-candidato à Presidência Ciro Gomes e o membro do Movimento Brasil Livre (MBL) e youtuber, Arthur do Val, que se desentenderam no Fórum da Liberdade, em Porto Alegre-RS, ganhou novas proporções. Do Val acusa Ciro de o ter agredido com um tapa na nuca e divulgou um vídeo em que mostra a cena. A versão do youtuber é contestada por aliados do ex-governador, que o acusam de ter editado o vídeo.
 
"Assim que vi o vídeo fiquei revoltado", diz o homem que se identifica como Bruno Sartori, jornalista e estudante de direito. "O vídeo não é montagem, ele é real, mas é editado".
[VIDEO1] 
De acordo com o jornalista, os editores de vídeo do canal Mamãefalei retiram os frames quando a mão de Ciro se aproxima do pescoço do membro do MBL, o que deu a impressão de um tapa com intensidade maior do que teria acontecido na verdade.
 
No vídeo, é repetida a cena muitas vezes no momento em que se teria retirado os frames.
 
A cena é compartilhada nas redes sociais de aliados e simpatizantes de Ciro Gomes como a "farsa do MBL desmascarada por editor profissional". No Twitter, o vídeo foi retuitado 737 vezes. No Facebook, foi compartilhado quase 15 mil vezes.
 
Redação O POVO Online 
TAGS