Em 1º ano como prefeito, Doria tem 53% das promessas travadasNotícias de Política
PUBLICIDADE
Notícias


Em 1º ano como prefeito, Doria tem 53% das promessas travadas

O tucano discordou do levantamento feito. Para ele, dos 118 compromissos firmados, 100 estão em andamento

15:28 | 30/12/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

As 118 propostas do prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB) feitas durante a campanha eleitoral de 2016 foram levantadas pela reportagem da Folha de S. Paulo, que classificou as ideias do prefeito em estágios de velocidade, como "paradas", "ritmo lento", em "andamento" e "concluídas".

Foram consideradas como paradas as propostas que sequer saíram do papel, a exemplo das faixas exclusivas para motos e as obras dos Centros Educacionais Unificados (CEUs).

Em ritmo lento, obras que esperam discussões que ainda estão em fase inicial ou sinalizavam avanço tímido em comparação com a meta final. Os 30 piscinões foram estabelecidos como meta para 2017, no entanto, foram concluídas as obras de apenas dois deles, sendo um construído pelo governo estadual - embora operado pelo município.

Entre as promessas concluídas, está a Secretaria Municipal de Saúde, que limpou a fila de 485,3 mil exames.

Em entrevista, o prefeito desmentiu o levantamento realizado. Ela alegou que quase todas as promessas de sua campanha estão em andamento. O tucano disse, com um jornal em mãos, que tem tudo documentado desde o dia 1º de 2017.

Ao passo que a reportagem da Folha contabilizou 33 obras paradas, o prefeito rebateu com 18. Ele ainda diz que dos 118 compromissos, 100 deles foram ou integralmente cumpridos ou estão sendo cumpridos. "Eu tenho checado isso toda semana".

Sobre as obras dos CEUs, ele afirmou que diante da falta de verba para o investimento, foi preferível construir creches.

 

Redação O POVO Online

TAGS