PUBLICIDADE
Notícias

Morre Ricardo Zarattini, ex-deputado federal e preso político na Ditadura Militar

19:05 | 15/10/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

Morreu na manhã deste domingo, 15, o ex-deputado federal e preso político Ricardo Zarattini. Pai do deputado federal Carlos Zarattini, atual líder do PT na Câmara, o político estava internado há dez dias no hospital Sírio-Libanês e morreu aos 82 anos vítima de câncer de medula.

Zarattini foi um dos 15 presos políticos soltos em troca da libertação do embaixador americado Charles Burke Elbrick, em 1969. Líder estudantil na época dos anos de chumbo da Ditadura Militar, aos 16 anos foi preso pela primeira vez, três dias após o decreto do AI-5, em 1968.

Em 1969 conseguiu fugir, mas foi preso novamente pela Operação Bandeirantes (Oban). Durante a prisão passou 14 dias sendo torturado na cadeira do dragão, instrumento usado na época da Ditadura, foi libertado no mesmo ano em troca do embaixador sequestrado por militantes, juntamente com José Dirceu, de quem também foi companheiro de cela.

Conhecido por amigos como Velho Zara, ele foi um importante ativista da campanha "O Petróleo é nosso" que resultou na criação na Petrobras. Em uma postagem na sua página no Facebook, o filho e deputado Carlos Zarattini usou um poema de Bertold Brecht para falar sobre o pai e seus anos de militancia, "há homens que lutam um dia e são bons, há outros que lutam um ano e são melhores, há os que lutam muitos anos e são muito bons. Mas há os que lutam toda a vida e estes são imprescindíveis", escreveu.

Redação O POVO Online

TAGS