PUBLICIDADE
Notícias

Janot denuncia Temer por obstrução de Justiça e organização criminosa

Na primeira denúncia, rejeitada pela Câmara dos Deputados em agosto deste ano, o presidente foi acusado de cometer crime de corrupção passiva

17:45 | 14/09/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

A procuradoria-Geral da República apresentou, na tarde desta quinta-feira, 14, a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB). Ele é acusado agora pelos crimes de obstrução de Justiça e organização criminosa.

A peça de acusação do procurador Rodrigo Janot foi encaminhada ao Supremo Tribunal Federal (STF) para, na sequência, ser enviada à Câmara dos Deputados para dar início à tramitação.

[SAIBAMAIS]

Esta é a segunda denúncia contra o peemedebista que também foi acusado, em junho deste ano, pelo crime de corrupção passiva pela PGR. Na época, a procuradoria utilizou operação assistida da Polícia Federal que filmou o recebimento de uma mala de dinheiro no valor de R$ 500 mil pelo ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). O dinheiro teria Temer como destino.

A Câmara dos Deputados acabou rejeitando a denúncia em uma votação histórica no dia 2 de agosto deste ano com apenas 227 votos. Para ser aceita, o relatório da Comissão Especial, que pedia a rejeição da denúncia, precisaria de pelo menos 342 votos.

TAGS