PUBLICIDADE
Notícias

PSDB decide manter Tasso na presidência do partido

Para Aécio, o senador cearense é quem tem melhores condições de conduzir a renovação da sigla e sua reinserção em setores da sociedade

16:50 | 03/08/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Após mais de um mês de indefinições, o PSDB decidiu manter o senador Tasso Jereissati na presidência interina do partido.

A decisão foi anunciada nesta quinta-feira, 3, após uma reunião entre Tasso e Aécio Neves, que se licenciou do cargo em maio, na esteira dos escândalos da delação do grupo JBS.

Os senadores chegaram a conversar na noite da última terça-feira, 1º, sobre o tema, mas optaram por aguardar a definição da Câmara sobre o prosseguimento da denúncia por corrupção passiva do presidente Michel Temer. Os deputados decidiram na noite dessa quarta-feira, 2, com 263 votos, barrar a acusação contra o peemedebista.

Os tucanos se mostraram divididos sobre a situação de Temer: 22 votaram pelo arquivamento das investigações e 21 pelo avanço da denúncia. Outros quatro se ausentaram da sessão.

Desde que Aécio voltou ao parlamento, no fim de junho, depois de passar mais 40 dias afastado por decisão judicial, o PSDB vivia uma situação de duplo comando.

Por um lado, Tasso, que assumiu de forma interina a presidência da legenda, defendia o desembarque do governo, já Aécio manteve articulações de apoio em relação ao Palácio Planalto.

Para Aécio, Tasso é quem tem melhores condições de conduzir a renovação do PSDB e sua reinserção em setores da sociedade.

Ambos minimizaram o racha do partido em relação ao apoio ao governo. Aécio afirmou que se trata de uma questão "secundária".

 

Redação O POVO Online

TAGS