PUBLICIDADE
Notícias

PMDB obriga deputados a votar contra denúncia de Temer na Câmara

Segundo decisão da direção do partido, peemedebistas que votarem a favor da denúncia serão afastados temporariamente das funções

11:41 | 12/07/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

Executiva nacional do PMDB fechou questão nesta quarta-feira, 12, sobre denúncia da Procuradoria-Geral da República contra Michel Temer em tramitação no Congresso. Segundo decisão da direção do partido, peemedebistas que votarem a favor da denúncia serão afastados temporariamente de suas funções.

[SAIBAMAIS]A decisão foi confirmada pelo presidente do partido, senador Romero Jucá (RR), nas redes sociais. Além disso, “traidores” da orientação serão submetidos ao Conselho de Ética da sigla. Maior partido do Brasil no Congresso, o PMDB tem 33 deputados na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e 63 no plenário da Câmara.

"A Executiva do PMDB fecha questão contra a denúncia ao presidente Temer. Quem não cumprir a decisão será enquadrado pelo Conselho de Ética do partido e sofrerá punições", disse Jucá em sua página no Twitter.

Outro membro da cúpula do Planalto, o ministro Moreira Franco (Secretaria de Governo) também destacou a importância de que deputados cumpram a decisão. “É a primeira vez que o partido faz isso. Mostra a gravidade do que está acontecendo”, disse, ao deixar reunião da Executiva.

TAGS