PUBLICIDADE
Notícias

Ministro Roberto Freire pede renúncia

Ele entregou o cargo nesta quinta-feira, 18, após delação em que o presidente é acusado de comprar silêncio de Cunha

17:35 | 18/05/2017

O ministro de Cultura, Roberto Freire, decidiu entregar o cargo nesta quinta-feira, 18, após delação em que o presidente Michel Temer (PMDB) aparece concordando com a compra do silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) por uma mesada de R$ 500 mil.

 

Até o momento, porém, somente Freire apresentou renúncia oficial até o momento. Ele entregou a renúncia ao ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, nesta tarde. É a primeira baixa oficial do governo Temer desde o vazamento da delação nesta quarta-feira, 17. Freire deve voltar, então, à Câmara dos Deputados, de onde está licenciado.

 

Já o ministro das Cidades, Bruno Araújo, segundi informações de aliados, também decidiu renunciar. Ele deve entregar a renúncia no Planalto a qualquer momento.

Redação O POVO Online

TAGS