PUBLICIDADE
Notícias

Presidente da Ajufe pede investigação sobre acidente aéreo

Teori Zavascki era o relator da Operação Lava Jato. Ele trabalhava na fase final de homologação das delações feitas por executivos da Odebrecht

17:49 | 19/01/2017

O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Roberto Veloso, pediu esforço das autoridades no trabalho de apuração sobre a queda do avião em que matou o ministro Teori Zavascki e mais três pessoas, nesta quinta-feira, 19. Teori é relator da Operação Lava Jato.

[SAIBAMAIS]“Os juízes federais brasileiros estão consternados com a prematura morte do ministro Teori Zavascki. O Supremo Tribunal Federal e o Brasil perdem um magistrado culto, sério, honesto e cumpridor de seus deveres. Diante das altas responsabilidades a ele atribuídas, em especial a condução dos processos da Lava Jato no STF, é imprescindível a investigação das circunstâncias nas quais ocorreu a queda do avião em que viajava”, afirmou o presidente da Ajufe.


Teori trabalhava na fase final de homologação das delações feitas por executivos da Odebrecht. A expectativa era que o ministro apresentasse a documentação até a primeira quinzena de fevereiro.


O relator da Lava Jato embarcou na aeronave modelo Beechcraft C90GT, prefixo PR-SOM, às 13h01, do aeroporto Campo de Marte, em São Paulo com destino à costa de Paraty de Paraty (RJ). O avião caiu no litoral fluminense. Bombeiros realizam trabalho no local para retirar aeronave submersa.

TAGS