Participamos do

Procap cumpre mandados de busca e apreensão na Prefeitura de Catarina

A ação dá início à Operação Túnel do Tempo, que investiga a contratação irregular de servidores comissionados e temporários na Prefeitura durante a gestão do atual prefeito
13:37 | Nov. 17, 2016
Autor O POVO
Foto do autor
O POVO Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública (PROCAP), do Ministério Público do Estado (MPCE), cumpriu mandados de busca e apreensão na sede da Prefeitura Municipal de Catarina, no interior do Estado, nesta quinta-feira, 17.

[SAIBAMAIS] 

A ação dá início à Operação Túnel do Tempo, que investiga a contratação irregular de servidores comissionados e temporários na Prefeitura durante a gestão do atual prefeito, Rafael Paes (PMDB). Além disso, há indícios de falsificação de uma lei municipal do ano 2000, com a finalidade de camuflar irregularidades ludibriar as investigações.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

 

Os mandados foram autorizados pelo juiz Francisco Carneiro Lima, os promotores de Justiça e assessores da Procap Ronald Fontenele e Guilherme de Lima, com o apoio da Polícia Civil.

 

A reportagem não conseguiu localizar Rafael Paes para dar explicações.

Redação O POVO Online, com informações do MPCE

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente