PUBLICIDADE
Notícias

Tasso e Eunício solicitaram varredura para identificar grampos nos gabinetes

Os senadores cearenses estiveram entre os 17 citados por Renan Calheiros que pediram para rastrear escutas. Suspeita de obstrução da Lava Jato motivou operação da PF no Senado

11:55 | 25/10/2016

Dezessete senadores e ex-senadores pediram varredura nos seus gabinetes no Senad Federal para identificar escutas telefônicas. A informação foi dada pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), em entrevista coletiva nesta segunda-feira, 25. Entre eles, estão os cearenses Eunício Oliveira (PMDB) e Tasso Jereissati (PSDB).

Ele também afirmou que houve pedido semelhante do atual deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) na época em que este presidia a Câmara. De acordo com Calheiros, não houve ilegalidade nem foram identificadas "anomalias" nas solicitaçõe. “Esses pedidos foram feitos na forma da Constituição e do regulamento do Senado”.

Na última sexta-feira, 21, a Polícia Federal prendeu quatro policiais legislativos por suspeita de tentativa de obstrução da Lava Jato ao prestar serviços para ajudar senadores investigados na Operação.

“Foram dezenas os pedidos de senadores para detecção de grampos ilegais. Muitos deles são de senadores que sequer eram investigados nem nessa nem em nenhuma outra operação”, contra-argumentou Calheiros. 

Explicação

Por meio da assessoria de imprensa, Tasso informou que seu pedido fora feito no dia 3 de fevereiro de 2015, quando ele assumia mandado no Senado. "Ele estava chegando e queria ter uma tranquilidade, o senador fez uma ação preventiva", afirmou a assessoria. Ainda segundo ela, nada foi encontrado na varredura. 

A reportagem ainda não cobseguiu falar com Eunício

Confira a lista de senadores e ex-senadores que fizeram o pedido

Senadores:

- Aloysio Nunes (PSDB-SP)
- Álvaro Dias (PV-PR)
- Ciro Nogueira (PP-PI)
- Eunício Oliveira (PMDB-CE)
- Fernando Collor (PTC-AL)
- Gleisi Hoffmann (PT-PR)
- Ivo Cassol (PP-RO)
- Magno Malta (PR-ES)
- Omar Aziz (PSD-AM)
- Raimundo Lira (PMDB-PB)
- Renan Calheiros (PMDB-AL)
- Simone Tebet (PMDB-MS)
- Tasso Jereissati (PSDB-CE)
- Vicentinho Alves (PR-TO)
- Waldemir Moka (PMDB-MS)

Ex-senadores:
- Lobão Filho (PMDB-MA)
- Vital do Rêgo (PMDB-PB)

 Redação O POVO Online

 

 

TAGS