PUBLICIDADE
Notícias

PCdoB, PSD e até DEM disputam vice na chapa de Roberto Cláudio

Espaço importante na hora de negociar apoios, a vaga para companheiro de chapa deve permanecer "na mesa" até o limite de prazo do calendário eleitoral

12:00 | 14/07/2016
NULL
NULL
Apesar dos recentes avanços nas definições da oposição, chapa do prefeito Roberto Cláudio (PDT) à reeleição ainda deve protelar escolha de seu vice para a disputa deste ano. Com coalizão estimada de até 15 partidos, a vaga é cobiçada hoje por siglas bem distintas no espectro ideológico – sobretudo PCdoB, PSD e DEM.

Espaço importante na hora de negociar apoios, a vaga para companheiro de chapa do prefeito deve permanecer “na mesa” até o limite de prazo do calendário eleitoral. Maiores coligações da oposição, Capitão Wagner (PR) deve ter vice indicado pelo PMDB e Luizianne Lins (PT) ainda estuda possíveis alianças. O PT não descarta, no entanto, sair em “chapa pura” de vice petista.

Até agora, no entanto, todas as três siglas dizem não ter previsão de quando o assunto deve ser definido. “Vamos colocar nome do partido a disposição pra o conjunto de forças aliadas”, diz vereador Evaldo Lima (PCdoB). Além do PSD, PCdoB e DEM, outros partidos que podem sair com RC são o PRTB, PTB, PSL, PMN, PTN, PV, PPL, Pros, PEN, PTC, PRP, PMB, PTdoB e o PP.

[SAIBAMAIS 3]DEM, PCdoB e PSD

Segundo o presidente do DEM Fortaleza, Robinson de Castro, o partido tem interesse em lançar o vice, sendo o deputado Moroni Torgan o “melhor nome”. A proximidade dele com a área da segurança, tema central da campanha de Wagner, seria um determinante para a escolha. Aliados questionam, no entanto, se o deputado estaria disposto a deixar a Câmara.

Chico Lopes (PCdoB), outro deputado federal, também é opção estudada. Além de ele já ter indicado que não deve buscar reeleição em 2018, sua entrada na chapa de RC abriria vaga para o suplente Inácio Arruda (PCdoB) assumir na Câmara. “O Chico pode agregar à gestão, pela sua credibilidade, trajetória, conhecimento da cidade”, diz o vereador Evaldo Lima.

Partido estratégico na base de Camilo Santana (PT) no Estado, o PSD também demonstra interesse em lançar vice na chapa. Segundo o líder maior da legenda no Ceará, o deputado Domingos Neto, a sigla possui “vários nomes” para a posição, mas aguarda o desenrolar das negociações para anunciar pré-candidatos.

Redação O POVO Online
TAGS