PUBLICIDADE
Notícias

"Ela não foi consultada porque não faz parte do diretório", afirma Rede sobre Toinha

Apoio foi definido oficialmente pela sigla nesta quarta-feira, 7, quando diretório estadual aprovou, com unanimidade, decisão

14:02 | 07/07/2016

Atualizado às 17h42min 

 

Aliança do deputado estadual Heitor Férrer com a Rede Sustentabilidade foi decidida, oficialmente, pelo partido na noite desta quarta-feira, 6. Em reunião do diretório municipal, a decisão de lançar o advogado Dimas Oliveira como vice na disputa à Prefeitura de Fortaleza foi aprovada com unanimidade.

O POVO já havia anunciado apoio esta semana, o que causou desconforto dentro da sigla. Em entrevista ao blog do Eliomar, a vereadora Toinha Rocha (Rede) demonstrou insatisfação com a definição.

“Soube pela imprensa que nosso presidente vai ser o vice do Heitor Férrer. Isso não é fazer nova política”, desabafou Toinha ao argumentar que, para tal, seria necessário “conversar e ouvir a todos do partido” e que, em reunião no último final de semana, a decisão não havia sido informada.

Ricardo Alcêntara, membro do diretório estadual da legenda, explicou que, como a sigla não possui diretório municipal em Fortaleza, a decisão, pelo regimento interno, fica a cargo do Diretório Estadual. "Por isso ela não foi consultada, ela não faz parte do Diretório".

Sobre desistência de Dimas de concorrer à prefeito, Alcêntara afirmou que o convite do PSB foi avaliado e aceito. "Nós tínhamos lançado a pré-candidatura dele (Dimas) na perspectiva de não haver outra composição, mas a gente já considerava que a melhor composição nossa era de fato com o Heitor, pelo perfil dele", explica.

Agenda
Desta quinta-feira até a próxima segunda, 11, a Rede vai dialogar com Heitor para acertar detalhes da aliança e discutir quais outras legendas podem participar da coligação. Alcântara já adiantou, porém, que apoio do Solidariedade não será aceito.

Isso porque esse é o partido do deputado federal Paulinho da Força (SP), aliado de Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Nesses encontros, a Rede vai apresentar um documento a Heitor com propostas para o programa de campanha, intitulado "Propostas para uma cidade sustentável".


O partido também tenta uma agenda de Marina Silva em Fortaleza na próxima semana, para participar de encontro que consagrará aliança com o PSB.

 

A vereadora Toinha Rocha respondeu as afirmações sobre a aliança Rede/PSB em Fortaleza. Leia na íntegra:

 

"Prezados leitores do Jornal O Povo, venho à público por meio desse distinto portal de comunicação tecer alguns esclarecimentos sobre a matéria veiculada na tarde de hoje (07 de julho de 2016), no ‘Povo On Line’ , que versa sobre uma aliança da REDE Sustentabilidade com o Partido Socialista Brasileiro, para a eleição majoritária em Fortaleza, onde o membro do Diretório Estadual do meu partido – Sr. Ricardo Alcântara – afirmou que não fui consultada sobre a coligação da REDE com o PSB, pelo fato de eu – Toinha Rocha – não ser membro do Diretório Estadual.

Diante de tal afirmação, quero enfatizar minha total estranheza ao modo de como foi feito o referido acordo entre REDE e PSB, tendo em vista que sou membro do Diretório Nacional da agremiação, além de única Vereadora do Partido na Capital. Mas, infelizmente, sequer fui informada sobre a realização dessa reunião que firmou acordo entre os dois partidos. Entendo que coligação é algo muito sério; e por essa razão o debate deveria ter sido o mais amplo possível com toda a militância partidária, dando voz e espaço a todos os filiados de Fortaleza.

Também me causa estranheza, o fato de que essa manifestação pública em nome da REDE tenha partido de uma pessoa que até poucos dias era um dos responsáveis pela campanha do candidato à prefeito da coligação PR/PSDB, apesar de estar filiado à Rede, demonstrando, no mínimo, uma incoerência ideológica.

Além disso, quero deixar claro que minha condição de parlamentar já me garante acento na executiva municipal da REDE; e uma decisão de tamanha magnitude não deveria ser tomada apenas pela executiva estadual. No meu entendimento as decisões do partido devem ser precedidas de amplo debate, dentro de um cenário horizontal e ouvindo todas as vozes que constroem a REDE; porém nunca, jamais, de cima para baixo. E infelizmente, fatos como esses não representam uma nova forma de fazer política, absolutamente.

Tenho compromisso e respeito com o programa da REDE Sustentabilidade, mas é preciso que haja reciprocidade. Desta forma, aproveito este valoroso espaço cedido pelo ‘O Povo’ para reafirmar a toda sociedade que eu, Toinha Rocha, bem como o grupo político que me acompanha, não avalizamos a decisão que o Sr. Ricardo Alcântara diz ter sido tomada pelo Diretório Estadual, e que não nos associaremos a qualquer coligação feita sem que haja uma prévia e ampla discussão sobre um programa de governo para o município de Fortaleza.

Grata pelo espaço e muito obrigada pela atenção. "

TOINHA ROCHA
Vereadora de Fortaleza, filiada à REDE Sustentabilidade
TAGS