PUBLICIDADE
Notícias

Dedé Teixeira expõe ações da Secretaria de Desenvolvimento

O gestor participou do segundo expediente da sessão plenária na AL-CE nesta quarta-feira, 6

16:32 | 06/07/2016

O secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado Dedé Teixeira, em sua participação de sessão na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 6, expôs os programas desenvolvidos pela pasta.

Ele destacou a instalação de 24.604 cisternas de placa e de enxurrada em todo o Estado, entre 2015 e 2016. “É uma das tecnologias mais importantes que usamos em benefício das famílias rurais”, assinalou. Teixeira frisou que mais de um milhão de cisternas foram implantadas em todo o Nordeste, e que a constatação é que 90 mil seriam necessárias para universalizar a água em todo o Ceará.

O secretário observou ainda que o Garantia Safra é outro programa de auxílio aos agricultores e o Ceará, é o estado que conta com mais famílias cadastradas. "São 249.848 famílias beneficiadas com o seguro em 180 municípios cearenses, com o recurso de R$ 25 milhões, oriundos do Fundo de Combate à Pobreza (Fecop)."

O secretário explicou que 834 sistemas de abastecimento de água foram contratados no final de 2013, no valor de R$ 180 milhões, dos quais 291 já foram concluídos e 543 estão em execução. Ele frisou ainda que há um problema no repasse dos recursos, por parte do Ministério da Integração.

Outra ação destacada por ele é o projeto Paulo Freire, com investimentos de US$ 80 milhões, sendo metade dos recursos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida) e a outra parte do Estado. O objetivo do projeto é capacitar 60 mil famílias e desenvolver  projetos produtivos para 30 mil famílias.

Para Dedé Teixeira, esse projeto é uma ferramenta “fantástica na erradicação da pobreza rural, com um componente importante que é o trabalho com a juventude, as mulheres, e as comunidades quilombolas”. Ele afirmou que 31 municípios são beneficiados com o projeto que tem como meta selecionar 600 comunidades rurais em 31 municípios e iniciar o processo de capacitação.

O secretário adiantou ainda que o projeto Hora de Plantar projeta, em 2016, investimentos de R$ 18 milhões, distribuídos em 182 municípios cearenses, auxiliando os agricultores no fornecimento de sementes, mudas, essências florestais nativas e exóticas, entre outros produtos.

 

Redação O POVO Online, com informações da assembleia Legislativa

TAGS