PUBLICIDADE
Notícias

Japonês da Federal é preso por facilitação de contrabando

Newton Ishii ficou conhecido em todo o País por ter participado das prisões de vários investigados pela Operação. De acordo com a Polícia Federal, ele foi preso na tarde desta terça-feira, 7, em Curitiba

10:03 | 08/06/2016
NULL
NULL

Agente federal que participou de prisões de vários investigados pela Operação Lava Jato,  Newton Ishii, conhecido como Japonês da Federal, foi preso nesta terça-feira, 7, em Curitiba. Ele está detido na Superintendência da Polícia Federal na capital paranaense, e o mandato foi expedido pela Vara de Execução Penal Justiça Federal de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná.

[SAIBAMAIS 1] 

Ele foi condenado pelo crime de facilitação do contrabando. O processo transitou em julgado, ou seja, não cabe recurso.De acordo com o advogado do agente, Oswaldo de Mello Junior, Ishii foi condenado a quatro anos, dois meses e 21 dias em virtude da Operação Sucuri, que descobriu envolvimento de agentes na entrada de contrabando no País.
Ele estava trabalhando ontem quando foi notificado da decisão e se entregou espontaneamente.Diferente dos presos da Lava Jato que ele ajudou a conduzir para a PF em Curitiba ao longo das 30 fases da emblemática operação de combate à corrupção, Ishii está em uma de sala separada na sede da Polícia Federal e não na carceragem.

Ishii foi citado na gravação que levou à prisão do ex-senador senador Delcídio do Amaral, em Brasília. O ex-líder petista no Senado foi detido por tentativa de obstrução da justiça. No áudio, o agente federal é citado quando Delcídio discute quem estaria vazando informações para a mídia e o chama de "japonês bonzinho".

Prisões da Lava Jato

O assédio de admiradores já havia feito com que ele fosse afastado das ações de prisão da PF. Enquanto ele fazia seus serviços em Curitiba, como afazeres da carceragem e o transporte de presos, Ishii era parado para fotos e conversas com fãs.

Celebridade

Em março deste ano, Ishii visitou a Câmara dos Deputados e foi "tietado" por deputados federais como Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e seu filho Eduardo Bolsonaro (PSC-SP). 

[FOTO2] No carnaval deste ano, ele ganhou marchinhas e virou fantasia, com máscaras com seu rosto. Em Olinda (PE), um boneco gigante. 

 Redação O POVO Online

TAGS