PUBLICIDADE
Notícias

Governo Temer adia entrega de proposta para reforma da aposentadoria

Uma reunião foi marcada para o dia 23 de junho. O Planalto estima que uma proposta final pode ficar pronta somente em julho

11:21 | 14/06/2016
NULL
NULL

O grupo de trabalho que discute a reforma previdenciária não entrou em consenso com as centrais sindicais. Com isso, o governo federal estima que a proposta seja enviada ao Congresso apenas em julho.

Michel Temer, presidente em exercício, acreditava inicialmente que o texto fosse enviado até o fim do mês de junho para o Legislativo.

Dentre os temas discutidos e ainda não decididos estão a idade mínima e a igualdade entre homem e mulher.

O principal ponto de discordância entre as centrais e o governo é a possibilidade de mudanças afetarem atuais contribuintes do sistema previdenciário.

Nesta segunda-feira, 13, o governo decidiu incluir na reforma previdenciária a alienação de imóveis da Previdência Social e a criação de refis para a cobrança de dívidas ativas.

Segundo estimativas da Força Sindical, existem mais de R$ 300 bilhões de dívidas a recuperar e mais de 3 mil imóveis desocupados.

Redação O POVO Online

TAGS