PUBLICIDADE
Notícias

Romero Jucá anuncia que vai se licenciar do Ministério do Planejamento nesta terça

Em entrevista coletiva realizada no início da tarde desta segunda-feira, 23, Jucá disse que não pensava em deixar o cargo

16:51 | 23/05/2016
NULL
NULL

Atualizada às 18h21min

Depois de afirmar que não pensava em deixar o cargo, o ministro do Planejamento, Romero Jucá (PMDB-RR), disse nesta segunda-feira, 23, que vai se licenciar do Ministério do Planejamento a partir desta terça-feira, 24.

Segundo Jucá, deverá assumir o cargo seu secretário executivo, Diogo Oliveira, a partir da noite desta segunda, quando ele deve protocolar a ação no Ministério Público Federal (MPF).

[SAIBAMAIS 4]"Vou pedir licença do ministério enquanto o Ministério Público não se manifestar. Eu sou presidente nacional do PMDB, sou um dos construtores desse novo governo e não quero, de forma nenhuma, deixar que qualquer manipulação mal intencionada possa comprometer o governo", ressaltou. 

Apesar de reconhecer que não sabe se voltará a ocupar o cargo, Jucá diz estar "muito tranquilo" para aguardar a manifestação do MPF. 

"Não temos medo de cara feia, de gente irresponsável que quebrou o País (em referência ao PT). Estou consciente que não cometi nenhuma irregularidade, muito menos qualquer ato contra apuração da Lava Jato que eu apoio", frisou.

Vazamento

Em áudios vazados nesta segunda, Jucá conversava com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, buscando supostamente firmar um pacto para "estancar" uma "sangria", ou seja, de obstruir investigações realizadas pela Operação Lava Jato.

Em entrevista coletiva no início desta tarde, Jucá afirmou que conversava sobre a economia do País e que o que foi divulgado estava "fora do contexto".

Segundo a Folha de S.Paulo, que teve acesso aos trechos de gravações, as conversas ocorreram em março deste ano.

Redação O POVO Online

TAGS