PUBLICIDADE
Notícias

Guido Mantega é levado para depor em mais uma etapa da Operação Zelotes

O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi um ds alvos de mandato de condução coercitiva, na cidade de São Paulo

09:13 | 09/05/2016
NULL
NULL

Atualizada 10h40min

 

Mais uma etapa da Operação Zelotes da Polícia Federal (PF) foi deflagrada na manhã desta segunda-feira, 9. Nesta 7° fase, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega foi um ds alvos de mandato de condução coercitiva, em São Paulo. A Operação investiga ilegalidades em processos da empresa Cimento Penha no Conbselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf), ligado ao Ministério da Fazenda.
[SAIBAMAIS 1]
Em novembro de 2015, o juiz responsável pela Zelotes, Vallisney de Souza Oliveira, quebrou os sigilos bancário e fiscal de Mantega. a intenção era investigar, a partir de um pedido do Ministério Público Federal (MPF), o relacionamento do ex-ministro com o empresário Victor Sandri, da empresa Cimento Penha, que conseguiu reverter multas no valor de R$ 106 milhões. As informações são do portal da Folha de São Paulo.

 

Os agentes federais cumpriram mandato também, além de São Paulo, no estado de Pernambuco e no Distrito Federal. Sobre as irregularidades no Carf, a PF estima que foram desviados mais de R$ 19 bilhões. O órgão tem cerca de outros 30 mandados de busca e apreensão e condução coercitiva para cumprir nesta nova fase da Operação Zelotes.

 

A defesa do ex-ministro disse que "não há o que recear" e que "ele não term nada a esconder". Mantega indicou dois conselheiros para turmas do Carf, conselho que julga multas aplicadas a grandes contribuintes, que beneficiaram em votação o amigo Victor Sandri. 

 

Redação O POVO Online

TAGS