PUBLICIDADE
Notícias

Eunício critica postura da Anatel por internet limitada: "Inadmissível"

"É inadmissível que um presidente de um órgão público se volte contra os consumidores e se posicione a favor dos empresários", disse o senador

11:00 | 20/04/2016
NULL
NULL
Líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira apresentou requerimento para que a Comissão de Ciência e Tecnologia debata ação de operadoras de telefonia que prevê limite de uso de dados de internet. O senador criticou decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de permitir a prática, que classifica como "abritrária e equivocada ".

Na última segunda-feira, o presidente da Anatel, João Resende, defendeu a mudança no padrão brasileiro de internet. “A era da internet ilimitada acabou”, disse. No Senado, Eunício Oliveira contestou a fala: “É inadmissível que um presidente de um órgão público se volte contra os consumidores e se posicione a favor dos empresários”, disse.

[SAIBAMAIS 1]Empresas de telefonia pretendem implantar a venda de internet a partir de uma franquia fixa de dados. Caso o usuário ultrapasse o limite estipulado no contrato, as empresas teriam a liberdade para cortar ou reduzir a prestação do serviço. Internautas criticam a medida, uma vez que os limites de franquia oferecidos pelas operadoras são facilmente “estourados”.

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Cláudio Lamachia, classificou a medida como “inaceitável” e diz que o órgão recorrerá na Justiça.

Redação O POVO Online
TAGS