PUBLICIDADE
Política
NOTÍCIA

Ministro do STF suspende nomeação de Lula para Casa Civil e mantém investigações com Moro

Com a decisão, Gilmar encerra a guerra de liminares entre Governo e oposição, iniciada nesta quinta-feira, 17, quando Lula tomou posse

21:13 | 18/03/2016

O ato de nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro da Casa Civil foi suspenso pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, na noite desta sexta-feira, 18. A decisão também determina que as investigações contra Lula continuem sendo conduzidas pelo juiz federal Sérgio Moro, responsável por comandar a Lava Jato na primeira instância de Curitiba.

A determinação do ministro do STF atende a ação apresentada pelo PSDB e pelo PPS. Com a decisão, Gilmar encerra a guerra de liminares entre Governo e oposição, iniciada nesta quinta-feira, 17, quando Lula tomou posse.

Para Gilmar Mendes, o ex-presidente Lula teve intenção de fraudar as investigações contra ele, realizadas na operação Lava Jato. No mesmo dia da nomeação de Lula, o juiz Sérgio Moro divulgou o grampo telefônico entre Dilma e Lula, entre outras ligações do petista.

Guerra de liminares
Desde quinta, liminares concedidas pela Justiça Federal tentam impedir o ato de nomeação de Lula. As duas primeiras, concedidas pelo juiz Itagiba Catta Preta Neto, da 4ª Vara do Distrito Federal, e pela juíza Coeli Formisano, da 6ª Vara da Justiça Federal do Rio de Janeiro, o Governo conseguiu derrubar.

Nesta sexta, uma terceira liminar, concedida pelo juiz federal substituto de Assis (SP), Luciano Tertuliano da Silva, mantinha suspensa a nomeação do ex-presidente.

 

Redação O POVO Online

TAGS