PUBLICIDADE
Notícias

Manifestantes pró-Governo realizam ato no Centro de Fortaleza

O mote dos protestos desta sexta-feira é em defesa da democracia e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff

15:59 | 18/03/2016
NULL
NULL

Centenas de manifestantes se reuniram no Centro de Fortaleza em ato pró-Governo, que teve início às 14h desta sexta-feira, 18, na Praça Clóvis Beviláqua, conhecida como Praça da Bandeira. Sob gritos de "não vai ter golpe", militantes do PT, PC do B, CUT e movimentos sociais realizaram caminhada pela região até a Praça do Ferreira. O protesto, para combater o que classificam como "golpe", acontece em vários estados brasileiros e são coordenados pela Frente Brasil Popular.

%2b Veja fotos da manifestação em Fortaleza contra o impeachment

De acordo com os organizadores, 100 mil pessoas participaram de todo o ato no Centro da cidade. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que 7 mil estiveram presentes na Praça do Ferreira durante o protesto.

20h05min

A assessoria de comunicação da SSPDS informou que no momento, 7 mil manifestantes ocupam a Praça Clóvis Beviláqua, mais conhecida como "Praça do Ferreira". Por volta das 19 horas, a organização do movimento informou que havia cerca de 100 mil pessoas em mobilização no Centro de Fortaleza. 
19h
Manifestantes começam a se dispersar. Um grupo pequeno segue acompanhando uma banda musical na Praça do Ferreira.

18h56min
De acordo com a organização, cerca de cem mil pessoas estão em mobilização no Centro. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) estimou cerca de 5 a 6 mil pessoas na manifestação, na última atualização registrada há cerca de 40 minutos.

18h16min: Em São Paulo, na Avenida Paulista, o ato soma cerca de 200 mil pessoas, segundo os organizadores, concentradas no trecho da avenida que vai da Rua da Consolação até a Avenida Brigadeiro Luis Antônio. A Polícia Militar ainda não divulgou estimativa de público.

17h59min: Manifestantes já chegaram à Praça do Ferreira, no Centro de Fortaleza. No local, há um palco e um trio elétrico. Organização estima cerca de cem mil pessoas na praça. Também estão presentes o deputado estadual Elmano de Freitas (PT) e vereador e ex-secretário da Cultura, Guilherme Sampaio (PT).

[FOTO4] 

17h48min: O deputado federal José Guimarães disse que acredita na permanência do PMDB na base do Governo.

17h35min: Também estão presentes os vereadores Ronivaldo Maia, Acrísio Sena, e Evaldo Lima (PCdoB). A Cavalaria da Polícia Militar também faz a segurança no protesto.

%2b Confira galeria de imagens do protesto pró-Dilma em Fortaleza

[VIDEO4] 

16h58min: Grupo iniciou caminhada em direção à Praça do Ferreira. A Autarquia Municipal de Trânsito não está no local. Os bloqueios de trânsito são feitos pelos próprios manifestantes.

[FOTO3] 

16h49min: Pessoas vieram do Interior para Fortaleza acompanhar os protestos em favor do Governo. Manifestantes gritam "não vai ter golpe".

[VIDEO3] 

16h39min: Manifestantes se organizam para fazer percurso até a Praça do Ferreira. Do palanque, líderes do protesto pediram para os participantes respeitarem a imprensa. 

[VIDEO2] 

16h28min: A organização do evento estima o público presente no protesto em 15 mil pessoas.

[FOTO2] 

16h21min: Durante a manhã, o produtor cultural Marcelo Freitas foi vítima de agressão na Avenida Beira-Mar por usar um boné vermelho com estrela branca, em referência a um time de baseball dos Estados Unidos.

16h15min: Estão presentes lideranças do PT como o líder do Governo na Câmara, José Guimarães; o presidente do PT Ceará, De Assis Diniz; o vereador Deodato Ramalho, dentre outros. Mais cedo, a deputada federal Luizianne Lins divulgou vídeo convocando para a manifestação. 

[VIDEO1] 

16h06min: Protesto reúne membros do Partido dos Trabalhadores, da Central Única dos Trabalhadores, das tribos indígenas, dentre outros. O mote é em defesa da democracia e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). A manifestação é pacífica e conta com a presença da Polícia Militar. Presentes já cantaram o Hino Nacional Brasileiro

Redação O POVO Online
com informações do repórter Wagner Mendes

TAGS