PUBLICIDADE
Notícias

Delcídio cita Renan e Aécio em delação, diz jornal

Segundo a Folha de S. Paulo, delação do senador envolveria alta cúpula do PMDB, PSDB e PT

10:46 | 09/03/2016
NULL
NULL

Desdobramento da Lava Jato que promete reacender pressão pelo impeachment, a delação premiada de Delcídio do Amaral (PT-MS) já começou a trazer complicações a vários políticos, incluindo colegas do Senado. Segundo a Folha de S. Paulo, fala do petista teria citado cúpulas do PMDB, PSDB e PT – incluindo os senadores Renan Calheiros (PMDB) e Aécio Neves (PSDB).

Segundo a reportagem, teriam sido citados também outros políticos que, assim como Renan e Aécio, já são alvos de inquéritos no Supremo Tribunal Federal (STF), como Edison Lobão (PMDB-MA), Romero Jucá (PMDB-RR) e Valdir Raupp (PMDB-RO). A simples citação, no entanto, não significa que os envolvidos tenham cometido alguma irregularidade.

 

[SAIBAMAIS 4]Até agora, Renan já é alvo de seis inquéritos com relação aos desvios da Petrobras. Já Aécio foi citado nas delações do doleiro Alberto Yousseff e do transportador de valores Carlos Alexandre Rocha. Ambos os procedimentos, no entanto, foram arquivados pela Procuradoria Geral da República.

Segundo a Folha de S. Paulo apurou, a delação de Delcídio ainda está com a PGR. Após a fala do senador, investigadores da Lava Jato irão avaliar se os indícios suportam um pedido para abertura de inquérito.

Resposta de Aécio

Após divulgação da notícia, Aécio Neves divulgou vídeo nas redes sociais negando qualquer vínculo com os desvios na Petrobras. Classificando a ação como “tentativa de vincular a oposição” ao esquema, Aécio rebateu: “Esse escândalo tem DNA. É do PT e de seus aliados”.

Confira vídeo divulgado por Aécio Neves nas redes;

[VIDEO1]

 

Redação O POVO Online

TAGS