PUBLICIDADE
Notícias

CNJ nega dois pedidos liminares contra Sérgio Moro; juiz segue na Lava Jato

Um dos pedidos pedia o afastamento da função de juiz e, o outro, a proibição da divulgação de delações e escutas feitas pela Lava Jato

11:08 | 22/03/2016
NULL
NULL
A corregedora do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Nancy Andrighi, negou nesta segunda-feira, 21, dois pedidos liminares contra o juiz federal Sérgio Moro. Segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo, um dos pedidos pedia o afastamento da função de juiz e, o outro, a proibição da divulgação de delações e escutas feitas pela Operação Lava Jato.

Com a rejeição dos pedidos, restam contra o juiz outras seis ações por possíveis faltas disciplinares. Após a divulgação de telefonemas entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e o ex-presidente Lula (PT) na semana passada, a Advocacia Geral da União (AGU) apresentou uma série de ações contra a conduta de Sérgio Moro no caso.

[SAIBAMAIS 3]Também nesta segunda-feira, o ministro do STF Luiz Fux rejeitou e extingiu mandado de segurança impetrado pela AGU contra a decisão do ministro Gilmar Mendes impedindo a posse de Lula como ministro-chefe da Casa Civil.

Segundo a Painel, Lula teria sido orientado pelo governo a não comparecer ao Palácio do Planalto, para não “afrontar” o STF. Entre as interceptações divulgadas por Moro na semana passada, há conversa em que o ex-presidente chama a Suprema Corte de “acovardada”.

Redação O POVO Online
TAGS