PUBLICIDADE
Notícias

PDT fará evento para filiação de aliados de Cid e Ciro em Fortaleza

Com a abertura da janela partidária, deputados federais e estaduais vão migrar para o partido sem o risco de perderem o mandato; vice-governadora Izolda Cela também deixa o Pros

10:53 | 26/02/2016
NULL
NULL

Atualizada às 11h25min

O grupo político dos ex-governadores Cid e Ciro Gomes que ainda está filiado ao Pros vai oficializar a mudança para o PDT em evento partidário marcado o dia 3 de março. Com a abertura da janela partidária, deputados federais e estaduais vão migrar para o partido sem o risco de perderem o mandato. A decisão foi anunciada na noite da quinta-feira, 25, após reunião entre Cid e correligionários, na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE).
[SAIBAMAIS 3]
O evento de filiação será realizado no clube Náutico Atlético Cearense, em Fortaleza, e contará com a participação do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi. Na ocasião, também devem se filiar à sigla a vice-governadora Izolda Cela e o secretário da Fazenda, Mauro Filho; ambos disputaram as eleições de 2014 pelo Pros.

A reunião na AL-CE contou com a presença do presidente da Casa, Zezinho Albuquerque, dos deputados Dr. Sarto, Sérgio Aguiar, Robério Monteiro e Jeová Mota, todos do Pros; e dos pedetistas Evandro Leitão e Ferreira Aguiar. Também esteve presente o suplente Sineval Roque (Pros), pré-candidato à Prefeitura do Crato, na Região do Cariri.

Em discurso na Assembleia Legislativa, o líder do Governo, Evandro Leitão, repercutiu as decisões do encontro, nesta sexta-feira, 26. Ele desejou boa sorte aos novos correligionários e disse que encontrarão um ambiente "sadio, salutar e extremamente respeitoso".

O PDT também fará eventos de filiação, em março, nos municípios de São Gonçalo do Amarante, Camocim, Crateús, Crato e Iguatu.

Janela partidária
A transferência de partidos, sem sanções da Justiça Eleitoral, se tornou possível desde a quinta-feira, 18, com a promulgação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) n° 182/2007, no Senado. A chamada "janela partidária" ficará aberta por 30 dias.

Na Assembleia Legislativa do Ceará, todos os nove eleitos pelo Pros devem migrar para o PDT. São eles: Sérgio Aguiar, Antônio Granja, Dr. Sarto, Ivo Gomes, Jeová Mota (atualmente secretário do Esporte), Manoel Duca, Robério Monteiro, Mirian Sobreira (na Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas) e Zezinho Albuquerque. Na Câmara Federal, se filiam ao PDT os cearenses Leônidas Cristino, Ariosto Holanda, Antonio Balhman e Vicente Arruda.

Há previsão de migração de 68 prefeitos no Estado. Em Fortaleza, o prefeito Roberto Cláudio se filiou ao PDT em 2015. Acompanharou o chefe do Executivo o presidente da Câmara Municipal, Salmito Filho.

TAGS