PUBLICIDADE
Notícias

Ivo critica prioridades do governo Camilo na AL e surpreende aliados

O mais novo dos Ferreira Gomes rebateu fala do líder do governo, que alegava falta de recursos para funcionamento de hospital. "Tem que se virar", disse Ivo

11:35 | 22/10/2015
NULL
NULL

O deputado Ivo Gomes (Pros) surpreendeu colegas nesta quinta-feira, 22, ao criticar prioridades da gestão Camilo Santana (PT) e cobrar abertura imediata do Hospital Regional de Quixeramobim. Após a base aliada usar o argumento de que a gestão não possui recursos para custeio da unidade, Ivo rebateu dizendo que isto "não era desculpa" e que o governo “tem que se virar” para garantir funcionamento da unidade.

“Eu não engulo a desculpa de que o governo não tem dinheiro para o custeio. Tem que se virar! Tem dinheiro sim! Eu sei que tem, o Ceará sabe que tem, todo mundo sabe que tem”, disse a mais novo dos irmãos Ferreira Gomes, em meio a discurso do líder do governo na Casa, Evandro Leitão (PDT).

Novos hospitais

Na manhã desta quinta, a Assembleia avalia projeto que concede empréstimo de US$ 123 milhões para construção de novos hospitais. A oposição, no entanto, questiona as obras por conta do problema de falta de custeio sofrido por algumas unidades de saúde no Estado – incluindo o Hospital de Quixeramobim.

[SAIBAMAIS 2]As críticas, no entanto, estavam restritas à oposição. “O governo tem que se virar e botar o hospital para funcionar (...) se não tem dinheiro para tudo, que se hierarquize as prioridades”, disse Ivo, que até julho deste ano era secretário das Cidades. “E não me venha um líder me explicar que não tem dinheiro, porque eu sei que tem (...) só falta vontade de abrir”.

A fala de Ivo foi interrompida pelo presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque (Pros), sob justificativa de que o tempo do líder estava esgotado. O governo tem destacado que busca aportes novos para custeio da Saúde junto ao Governo Federal e com a recriação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Surpresa

A fala de Ivo causou surpresa e foi elogiada inclusive por membros da oposição ao governo, incluindo Agenor Neto (PMDB). Em julho, Ivo deixou a Secretaria das Cidades com críticas à gestão Camilo. (com informações do Blog do Eliomar)

Redação O POVO Online
TAGS